A maior rede de estudos do Brasil

Quais são as diferenças entre sinapse Química e sinapse Elétrica?


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Sinapse é a região localizada entre neurônios onde agem os neurotransmissores (mediadores químicos), transmitindo o impulso nervoso de um neurônio a outro, ou de um neurônio para uma célula muscular ou glandular.


Existem dois tipos de sinapses: química e elétrica. As sinapses químicas são as mais comuns nos seres humanos e outros mamíferos. As sinapses elétricas são mais comuns em organismos invertebrados, nos humanos geralmente não ocorrem em neurônios, apenas nas células gliais ou musculares.


As sinapses químicas iniciam no terminal do axônio (uma região pouco mais alargada formando um botão) da célula pré-sináptica. As vesículas contendo neurotransmissores são liberadas na fenda sináptica e reconhecidas por receptores químicos (proteínas específicas) na membrana da célula pós-sináptica. A seguir se fundem com a membrana e liberam o seu conteúdo. A ligação química entre o neurotransmissor e o receptor do neurônio seguinte gera mudanças que irão fazer com que o sinal elétrico seja transmitido.


Nas sinapses elétricas não há participação de neurotransmissores, o sinal elétrico é conduzido diretamente de uma célula a outra através de junções comunicantes (gap junctions). Essas junções são canais que conduzem íons, obtendo respostas quase imediatas, isso quer dizer que o potencial de ação é gerado diretamente.


Portanto, existem dois tipos de sinapses: química e elétrica. A sinapse química tem início no terminal do axônio da célula pré-sináptica e as vesículas contendo neurotransmissores são liberadas na fenda sináptica e reconhecidas por receptores químicos na membrana da célula pós-sináptica para, em seguida, se fundirem com a membrana e liberarem o seu conteúdo. Por sua vez, a sinapse elétrica caracteriza-se pela ausência de neurotransmissores, pois o sinal elétrico é conduzido diretamente de uma célula a outra através de junções comunicantes (gap junctions)

Fonte: https://www.todamateria.com.br/sinapses/. Acesso em 23 de julho de 2018.

Sinapse é a região localizada entre neurônios onde agem os neurotransmissores (mediadores químicos), transmitindo o impulso nervoso de um neurônio a outro, ou de um neurônio para uma célula muscular ou glandular.


Existem dois tipos de sinapses: química e elétrica. As sinapses químicas são as mais comuns nos seres humanos e outros mamíferos. As sinapses elétricas são mais comuns em organismos invertebrados, nos humanos geralmente não ocorrem em neurônios, apenas nas células gliais ou musculares.


As sinapses químicas iniciam no terminal do axônio (uma região pouco mais alargada formando um botão) da célula pré-sináptica. As vesículas contendo neurotransmissores são liberadas na fenda sináptica e reconhecidas por receptores químicos (proteínas específicas) na membrana da célula pós-sináptica. A seguir se fundem com a membrana e liberam o seu conteúdo. A ligação química entre o neurotransmissor e o receptor do neurônio seguinte gera mudanças que irão fazer com que o sinal elétrico seja transmitido.


Nas sinapses elétricas não há participação de neurotransmissores, o sinal elétrico é conduzido diretamente de uma célula a outra através de junções comunicantes (gap junctions). Essas junções são canais que conduzem íons, obtendo respostas quase imediatas, isso quer dizer que o potencial de ação é gerado diretamente.


Portanto, existem dois tipos de sinapses: química e elétrica. A sinapse química tem início no terminal do axônio da célula pré-sináptica e as vesículas contendo neurotransmissores são liberadas na fenda sináptica e reconhecidas por receptores químicos na membrana da célula pós-sináptica para, em seguida, se fundirem com a membrana e liberarem o seu conteúdo. Por sua vez, a sinapse elétrica caracteriza-se pela ausência de neurotransmissores, pois o sinal elétrico é conduzido diretamente de uma célula a outra através de junções comunicantes (gap junctions)

Fonte: https://www.todamateria.com.br/sinapses/. Acesso em 23 de julho de 2018.

User badge image

Diogo

Há mais de um mês

Bem, primeira diferença: velocidade de transmissão! sinapses elétrica são mais velozes, dado sua condução ocorrer por corrente elétrica e não por neurotransmissores, o q nos leva a segunda diferença: sinapses química precisam de eu neurotransmissor para efetuar a resposta, enquanto as elétricas não.
User badge image

João Victor

Há mais de um mês

Nas sinapses elétricas, a comunicação se dá pela 
passagem direta de corrente elétrica de uma célula para outra.
Nas sinapses químicas, a transmissão da informação depende
da liberação de um mediador químico que age sobre a célula
seguinte da cadeia

User badge image

João

Há mais de um mês

olha sei bem pouco mas acho que posso ajudar . a sinapse elétrica é feita pelos axônios (perninhas)do neurônio .a sinápse química por neuro transmissores 

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas