A maior rede de estudos do Brasil

oque é Proprietário Aparente?

Conceituar e explicar se é possível a auto-tutela?


2 resposta(s)

User badge image

Guilherme

Há mais de um mês

Proprietário aparente é aquele que não possui a propriedade do imóvel, mas por erro possui apenas a posse do bem, mas não o título de propriedade. Ele possui a posse direta (posse efetiva do imóvel), mas não possui a posse indireta (título de propriedade), de forma indevida, logo se completar 1 ano e 1 dia ele passa a possuir o direito a se valer das ações processuais para se manter na posse do imóvel. A auto-tutela disposta no art. 188, inciso I pode ser aplicada no caso de posse.

Art. 1.210. O possuidor tem direito a ser mantido na posse em caso de turbação, restituído no de esbulho, e segurado de violência iminente, se tiver justo receio de ser molestado.

§ 1o O possuidor turbado, ou esbulhado, poderá manter-se ou restituir-se por sua própria força, contanto que o faça logo; os atos de defesa, ou de desforço, não podem ir além do indispensável à manutenção, ou restituição da posse.

§ 2o Não obsta à manutenção ou reintegração na posse a alegação de propriedade, ou de outro direito sobre a coisa.




Art. 879. Se aquele que indevidamente recebeu um imóvel o tiver alienado em boa-fé, por título oneroso, responde somente pela quantia recebida; mas, se agiu de má-fé, além do valor do imóvel, responde por perdas e danos.

Parágrafo único. Se o imóvel foi alienado por título gratuito, ou se, alienado por título oneroso, o terceiro adquirente agiu de má-fé, cabe ao que pagou por erro o direito de reivindicação.

Proprietário aparente é aquele que não possui a propriedade do imóvel, mas por erro possui apenas a posse do bem, mas não o título de propriedade. Ele possui a posse direta (posse efetiva do imóvel), mas não possui a posse indireta (título de propriedade), de forma indevida, logo se completar 1 ano e 1 dia ele passa a possuir o direito a se valer das ações processuais para se manter na posse do imóvel. A auto-tutela disposta no art. 188, inciso I pode ser aplicada no caso de posse.

Art. 1.210. O possuidor tem direito a ser mantido na posse em caso de turbação, restituído no de esbulho, e segurado de violência iminente, se tiver justo receio de ser molestado.

§ 1o O possuidor turbado, ou esbulhado, poderá manter-se ou restituir-se por sua própria força, contanto que o faça logo; os atos de defesa, ou de desforço, não podem ir além do indispensável à manutenção, ou restituição da posse.

§ 2o Não obsta à manutenção ou reintegração na posse a alegação de propriedade, ou de outro direito sobre a coisa.




Art. 879. Se aquele que indevidamente recebeu um imóvel o tiver alienado em boa-fé, por título oneroso, responde somente pela quantia recebida; mas, se agiu de má-fé, além do valor do imóvel, responde por perdas e danos.

Parágrafo único. Se o imóvel foi alienado por título gratuito, ou se, alienado por título oneroso, o terceiro adquirente agiu de má-fé, cabe ao que pagou por erro o direito de reivindicação.

User badge image

Guilherme

Há mais de um mês

Vlw Guilherme, se quiser depois aprova a pergunta.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes