A maior rede de estudos do Brasil

é possível indenização em razão de dano futuro?

é possível indenização em razão de dano futuro? questão discutida entre os doutrinadores. Qual o ponto de vista de vocês? fundamentem.


1 resposta(s)

User badge image

Diego

Há mais de um mês

Bruna meu anjo, que pergunta foi essa heim... Vossa excelência aperto meio mundo agora haja visto que no Direito sempre encontramos Doutrinadores da direita e da esquerda, mas  vamos lá...

O Art. 927. c/c com o Parágrafo Único do C.C. deixa claro  "Aquele que por ato ilícito (Art 186, 187 C.C) causar dano a outrem independente de culpa fica obrigado a repara-lo"

Existe a possibilidade somente em se tratando de lucros cessantes decorridos de dano material possível de comprovação (Art. 333 CPC), dificilmente em danos morais, uma vez que se tornaria quase impossível a sua comprovação.

EX1: Joãozinho firmou contrato de prestação de serviço com empresa OLX48SIYA, e por ação de terceiros Joãozinho teve o contrato anulado.

Joãozinho teria um ganho futuro de 200 mil reais e pelo cancelamento do contrato fico no prejuízo.

Neste caso cabe os lucros cessantes em decorrência que o contrato já estava firmado, e foi cancelado devido atitudes de terceiros, e seu recebimento já estava certo.

Ex2: Um médico conceituado a mais de dois anos tem em média 100 atendimentos diários em seu escritório, e após uma historia falsa historia contada pelo jornal local, que dizia que o respectivo Médico não tinha diploma para exercer suas funções, esse teve os atendimentos reduzidos a 20 diários.

Neste caso é claro que o fato ocorrido causou um dano momentâneo e futuro, passivo de restituição. (Art. 944C.C)

Art. 950 Se da ofensa resultar defeito pelo qual o ofendido não possa exercer o seu ofício ou profissão, ou se lhe diminua a capacidade de trabalho, a indenização, além das despesas do tratamento e lucros cessantes até ao fim da convalescença, incluirá pensão correspondente à importância do trabalho para que se inabilitou, ou da depreciação que ele sofreu.

Art. 944 C.C. a Indenização mede-se pela extensão do dano

Bom, espero ter conseguido ajudar, obrigado qualquer dúvida entre em contato comigo estarei à disposição. 

Bruna meu anjo, que pergunta foi essa heim... Vossa excelência aperto meio mundo agora haja visto que no Direito sempre encontramos Doutrinadores da direita e da esquerda, mas  vamos lá...

O Art. 927. c/c com o Parágrafo Único do C.C. deixa claro  "Aquele que por ato ilícito (Art 186, 187 C.C) causar dano a outrem independente de culpa fica obrigado a repara-lo"

Existe a possibilidade somente em se tratando de lucros cessantes decorridos de dano material possível de comprovação (Art. 333 CPC), dificilmente em danos morais, uma vez que se tornaria quase impossível a sua comprovação.

EX1: Joãozinho firmou contrato de prestação de serviço com empresa OLX48SIYA, e por ação de terceiros Joãozinho teve o contrato anulado.

Joãozinho teria um ganho futuro de 200 mil reais e pelo cancelamento do contrato fico no prejuízo.

Neste caso cabe os lucros cessantes em decorrência que o contrato já estava firmado, e foi cancelado devido atitudes de terceiros, e seu recebimento já estava certo.

Ex2: Um médico conceituado a mais de dois anos tem em média 100 atendimentos diários em seu escritório, e após uma historia falsa historia contada pelo jornal local, que dizia que o respectivo Médico não tinha diploma para exercer suas funções, esse teve os atendimentos reduzidos a 20 diários.

Neste caso é claro que o fato ocorrido causou um dano momentâneo e futuro, passivo de restituição. (Art. 944C.C)

Art. 950 Se da ofensa resultar defeito pelo qual o ofendido não possa exercer o seu ofício ou profissão, ou se lhe diminua a capacidade de trabalho, a indenização, além das despesas do tratamento e lucros cessantes até ao fim da convalescença, incluirá pensão correspondente à importância do trabalho para que se inabilitou, ou da depreciação que ele sofreu.

Art. 944 C.C. a Indenização mede-se pela extensão do dano

Bom, espero ter conseguido ajudar, obrigado qualquer dúvida entre em contato comigo estarei à disposição. 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes