A maior rede de estudos do Brasil

o que é condição resolutiva e suspensiva? Qual a diferença entre erro e dolo?

curta


16 resposta(s)

User badge image

Estudante

Há mais de um mês

A condição suspensiva/resolutiva está no Capítulo III - Condição, termo e encargo - do Título I, Livro III - Dos Fatos Jurídicos.

São classificações quanto aos efeitos produzidos pelos negócios jurídicos.

Na condição resolutiva, vigorará o negócio enquanto esta não se realizar. (art. 127, CC)

ex: Um pai doa uma casa para a filha, com a condição de que ela não se separe do marido. Se ela divorciar, o imóvel volta para a propriedade do pai. 

Já na condição suspensiva, enquanto não ocorrer o implemento, suspende-se o direito. (art. 125, CC)

por exemplo: Um pai promete dar um carro para um filho se ele passar em medicina. Enquanto o filho não passar em medicina, ele não terá direito ao carro. O pai pode frustrar-se ou não.

(obs: os exemplos foram bons, mas espero que dê pra entender, rs)

_

 

Erro e Dolo

Tratam-se de vícios do negócio jurídico.

O erro representa uma falsa perpepção da realidade, a própria pessoa cai em erro. Para ser anulado, o erro deve ser SUBSTANCIAL. (art. 139, CC)

O dolo é o erro provocado(por terceiro ou pelo outro negociante), tem intenção de induzir o declarante a realizar o negócio.

Para ser anulado, basta que este seja a sua causa. (art. 145,CC).

 

Espero ter ajudado!

A condição suspensiva/resolutiva está no Capítulo III - Condição, termo e encargo - do Título I, Livro III - Dos Fatos Jurídicos.

São classificações quanto aos efeitos produzidos pelos negócios jurídicos.

Na condição resolutiva, vigorará o negócio enquanto esta não se realizar. (art. 127, CC)

ex: Um pai doa uma casa para a filha, com a condição de que ela não se separe do marido. Se ela divorciar, o imóvel volta para a propriedade do pai. 

Já na condição suspensiva, enquanto não ocorrer o implemento, suspende-se o direito. (art. 125, CC)

por exemplo: Um pai promete dar um carro para um filho se ele passar em medicina. Enquanto o filho não passar em medicina, ele não terá direito ao carro. O pai pode frustrar-se ou não.

(obs: os exemplos foram bons, mas espero que dê pra entender, rs)

_

 

Erro e Dolo

Tratam-se de vícios do negócio jurídico.

O erro representa uma falsa perpepção da realidade, a própria pessoa cai em erro. Para ser anulado, o erro deve ser SUBSTANCIAL. (art. 139, CC)

O dolo é o erro provocado(por terceiro ou pelo outro negociante), tem intenção de induzir o declarante a realizar o negócio.

Para ser anulado, basta que este seja a sua causa. (art. 145,CC).

 

Espero ter ajudado!

User badge image

luiz

Há mais de um mês

Ajudou e muito!

 

User badge image

Juli

Há mais de um mês

Otimos exemplos, ajudou d+

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes