A maior rede de estudos do Brasil

Pro dia nascer feliz

Esse projeto se caracteriza pelo desenvolvimento de uma ação investigativa, que busca compreender as problemáticas que envolvem a educação básica no Brasil atual, por intermédio da análise do documentário dirigido por João Jardim Pro dia nascer feliz (2007), da pesquisa bibliográfica sobre o tema, da coleta e análise de dados estatísticos e da elaboração de texto dissertativo sobre “A educação básica no Brasil atual: desafios e perspectivas”. Vimos que, ao longo da história do Brasil, o Estado se mostrou negligente em relação à garantia do direito à educação. Desde o período monárquico até recentemente, somamos iniciativas no campo da educação por parte do poder público, que contribuíram para a consolidação do caráter elitista da educação brasileira e a marginalização de contingentes significativos da população. Encontramos um retrato desse descaso nas estatísticas e dados levantados pelos próprios órgãos oficiais como o INEP em relação aos índices de analfabetismo e as taxas de evasão escolar. Nos últimos anos, podemos identificar vários movimentos em favor da universalização da educação e em defesa da escola pública e a implementação de políticas educacionais que conseguiram avanços quantitativos em direção à democratização do ensino, porém essa democratização do acesso não foi acompanhada da devida qualidade de ensino. Atualmente, os estudos apontam o baixo rendimento escolar dos estudantes e outros graves problemas que afetam a educação brasileira como a violência, a falta de motivação de alunos e professores, dentre outros, que comprometem a aprendizagem e demonstram que a educação democrática de qualidade está longe de ser efetivada. Dessa forma, esse projeto se justifica pela tentativa de aproximar o aluno de licenciatura das problemáticas que envolvem a educação básica na atualidade, propiciando a reflexão e o debate e o desenvolvimento de uma postura docente investigativa e crítica.


1 resposta(s)

User badge image

Francine Madurro

Há mais de um mês

O filme mostra uma cena que chamou muita a minha atenção,
sobre o conselho de classe, decidindo o que fazer com os alunos. Se deixava de dependência,
de retinha ou passava o aluno. Mostra a difícil decisão dos professores.Na LDB, vemos que a educação é um direito do cidadão e direito
público subjetivo dos alunos da educação básica (educação infantil, ensino fundamental
e ensino médio). Vemos no Art. 2º A educação,
dever da família e do Estado, mas é dever do Estado também, dar condições
para isso. E não é o que o filme retrata.No art. 10 §2º fala sobre um “padrão mínimo de insumos, que tem
como base um investimento com valor calculado a partir das despesas essenciais
ao desenvolvimento dos processos e procedimentos formativos”, sobre “condições
de infraestrutura e adequados equipamentos”, mas também não é isso que vemos em
muitos lugares, inclusive os relatados no filme.

 

O filme mostra uma cena que chamou muita a minha atenção,
sobre o conselho de classe, decidindo o que fazer com os alunos. Se deixava de dependência,
de retinha ou passava o aluno. Mostra a difícil decisão dos professores.Na LDB, vemos que a educação é um direito do cidadão e direito
público subjetivo dos alunos da educação básica (educação infantil, ensino fundamental
e ensino médio). Vemos no Art. 2º A educação,
dever da família e do Estado, mas é dever do Estado também, dar condições
para isso. E não é o que o filme retrata.No art. 10 §2º fala sobre um “padrão mínimo de insumos, que tem
como base um investimento com valor calculado a partir das despesas essenciais
ao desenvolvimento dos processos e procedimentos formativos”, sobre “condições
de infraestrutura e adequados equipamentos”, mas também não é isso que vemos em
muitos lugares, inclusive os relatados no filme.

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes