A maior rede de estudos do Brasil

Sumula vinculante é fonte formal imediata para o direito penal?

 

Sumula vinculante é fonte formal imediata para o direito penal?

Direito Penal IVUNINASSAU RECIFE

2 resposta(s)

User badge image

Guilherme

Há mais de um mês

Não, fontes imediatas seriam tratados internacionais como o Pacto de San José da Costa Rica, mudanças constitucionais ou infra-constitucionais.

As súmulas vinculantes consolidam um entendimento jurisprudencial cristalizado sobre determinado entendimento, compondo uma fonte formal mediata, de meio, que explica ou aplica as fontes imediatas aos casos concretos, como a doutrina, por exemplo.

Não, fontes imediatas seriam tratados internacionais como o Pacto de San José da Costa Rica, mudanças constitucionais ou infra-constitucionais.

As súmulas vinculantes consolidam um entendimento jurisprudencial cristalizado sobre determinado entendimento, compondo uma fonte formal mediata, de meio, que explica ou aplica as fontes imediatas aos casos concretos, como a doutrina, por exemplo.

User badge image

Lucas

Há mais de um mês

Fontes formais ou fontes revelação, de cognição ou de conhecimento, traduzem as formas pelas quais as normas jurídicas se exteriorizam, podendo ser divididas em imediatas e mediatas

Mediatas ou Indiretas – são os costumes (normas de comportamento a que pessoas obedecem de maneira uniforme e constante pela convicção de sua obrigatoriedade), os princípios gerais do direito, a doutrina  e a jurisprudência (é o entendimento consubstanciado em decisões judiciais reiteradas sobre determinado assunto).

IMPORTANTE – com o advento das súmulas vinculantes,inseridasno ordenamento jurídico através do art. 103-A da CF/88 e regulamentada pela Lei nº 11.417/2006, a fim de evitar a divergência de entendimentos entre órgãos do Poder Judiciário, a doutrina passou a divergir acerca da sua correta classificação:

Para uma corrente minoritária (Nucci) o STF passou a ser uma fonte material do direito e a súmula vinculante uma nova fonte formal imediata.

Por outro lado predomina o entendimento de que o enunciado da súmula vinculante não possui força de lei, permanecendo, portanto, como uma fonte formal mediata (Luiz Flavio Gomes, Noberto Avena, etc.) 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes