A maior rede de estudos do Brasil

Empregador e Empregado

Qual o procedimento a ser adotado se o empregado que está cumprindo aviso prévio praticar irregularidades no trabalho?

Direito do Trabalho IUNIEVANGÉLICA

2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Paduan Seta Advocacia Verified user icon

Há mais de um mês

O aviso prévio não suspende ou altera as obrigações dos empregado e empregadores. Desta forma, se o empregado cometer irregularidades durante o aviso prévio, o empregador poderá aplicar advertência, a suspensão e até justa causa, convertendo. 

Segundo a Súmula 73 do TST, a ocorrência de justa causa durante o aviso prévio, retira o direito do empregado quanto ao recebimento das verbas rescisórias, exceto no caso de abandono do emprego, onde o funcionário só terá os dias de ausência descontados. 

 

Súmula nº 73 do TST

DESPEDIDA. JUSTA CAUSA (nova redação) - Res. 121/2003, DJ 19, 20 e 21.11.2003 A ocorrência de justa causa, salvo a de abandono de emprego, no decurso do prazo do aviso prévio dado pelo empregador, retira do empregado qualquer direito às verbas rescisórias de natureza indenizatória.

O aviso prévio não suspende ou altera as obrigações dos empregado e empregadores. Desta forma, se o empregado cometer irregularidades durante o aviso prévio, o empregador poderá aplicar advertência, a suspensão e até justa causa, convertendo. 

Segundo a Súmula 73 do TST, a ocorrência de justa causa durante o aviso prévio, retira o direito do empregado quanto ao recebimento das verbas rescisórias, exceto no caso de abandono do emprego, onde o funcionário só terá os dias de ausência descontados. 

 

Súmula nº 73 do TST

DESPEDIDA. JUSTA CAUSA (nova redação) - Res. 121/2003, DJ 19, 20 e 21.11.2003 A ocorrência de justa causa, salvo a de abandono de emprego, no decurso do prazo do aviso prévio dado pelo empregador, retira do empregado qualquer direito às verbas rescisórias de natureza indenizatória.

User badge image

Guilherme

Há mais de um mês

Se as irregularidades configurarem uma das hipóteses de justa causa elencadas pelo art. 482, salvo abandono de emprego, o empregado perde direito ao restante do aviso prévio, lembrando que o lapso temporal de 2 dias, por exemplo, pode ser interpretado pela Justiça Laboral como perdão tácito.

 

 

TST Enunciado nº 73 - RA 69/1978, DJ 26.09.1978 - Nova redação - Res. 121/2003, DJ 21.11.2003

 

Falta Grave - Despedida - Justa Causa - Prazo do Aviso Prévio - Indenização

 

   A ocorrência de justa causa, salvo a de abandono de emprego, no decurso do prazo do aviso prévio dado pelo empregador, retira do empregado qualquer direito às verbas rescisórias de natureza indenizatória.

      Art. 491,CLT - O empregado que, durante o prazo do aviso prévio, cometer qualquer das faltas consideradas pela lei como justas para a rescisão, perde o direito ao restante do respectivo prazo.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas