A maior rede de estudos do Brasil

Justifique sua resposta

Manoel foi acusado de prática de conduta prevista em lei como crime eleitoral. A referida lei foi editada para regular de forma suplementar um pleito eleitoral determinado. No curso do processo penal, surgiu a nova lei eleitoral, agora regulando a próxima eleição, a qual descreveu também como crime o fato imputado a Manoel, cominando-lhe pena menor. Considerando que a primeira lei eleitoral não tinha prazo de vigência determinado, assim como a segunda lei eleitoral não revogou expressamente a lei anterior, diga qual das duas leis deverá ser aplicada.


2 resposta(s)

User badge image

Rogério

Há mais de um mês

Colega, caso haja a criação de nova lei que reduza a pena do réu, se esta surge antes da sentença transitada em julgado a mesma deve ser arguida nos autos para ser usada em desfavor do réu, pois no CP é bem claro que a regra é a liberdade do réu, a exceção que é aumento da pena.

Caso a pena tenha transitado em julgado, cabe ação rescisória.

Colega, caso haja a criação de nova lei que reduza a pena do réu, se esta surge antes da sentença transitada em julgado a mesma deve ser arguida nos autos para ser usada em desfavor do réu, pois no CP é bem claro que a regra é a liberdade do réu, a exceção que é aumento da pena.

Caso a pena tenha transitado em julgado, cabe ação rescisória.

User badge image

Bruno Ferreira

Há mais de um mês

Manoel só será jugando com as leis que existiam no tempo do delito, porque tem um art. (não me lembro qual) que fala, que não é permitido aplicar leis novas, a crimes que foram cometidos antes de sua criação. Essa lei foi usada recentemente pelo STF no caso da Ficha Limpa.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes