A maior rede de estudos do Brasil

Como se dá a criação da Justiça Militar Estadual?

eu entendi a parte em que o TJ propõe a criação, mas ele a propõe a Assembleia Legislativa e o governador a executa?


2 resposta(s)

User badge image

George

Há mais de um mês

Jéssica Veloso, espero poder ajudar:

 

A justiça militar estadual, em si, tem a sua criação disciplinada pela própria CF/88.

Já os tribunais de justiça militar são os órgãos de 2ª instância da justiça militar estadual, previsto pelo artigo 125 da Cf/88 naqueles Esados em que o contigente de militares estaduais ultrapassa o total de vinte mil integrantes. Sendo atendida essa exigência,os Tribunais de justiça da unidade federativa poderá solicitar a criação do TJM(tribunal de justiça militar). Atualmente no Brasil, so temos o TJM nos estados de SP, Rio Grande do Sul e Minas Gerais.

Ou seja Jéssica, a criação do Justiça Militar Estadual se dá pela própria constituição, ja os tribunais de justiça militar, devem seguir uma exigência, e deve haver a solicitação por parte do Tribunal de Justiça da entidade Federativa.

Espero ter ajudado.

 

Jéssica Veloso, espero poder ajudar:

 

A justiça militar estadual, em si, tem a sua criação disciplinada pela própria CF/88.

Já os tribunais de justiça militar são os órgãos de 2ª instância da justiça militar estadual, previsto pelo artigo 125 da Cf/88 naqueles Esados em que o contigente de militares estaduais ultrapassa o total de vinte mil integrantes. Sendo atendida essa exigência,os Tribunais de justiça da unidade federativa poderá solicitar a criação do TJM(tribunal de justiça militar). Atualmente no Brasil, so temos o TJM nos estados de SP, Rio Grande do Sul e Minas Gerais.

Ou seja Jéssica, a criação do Justiça Militar Estadual se dá pela própria constituição, ja os tribunais de justiça militar, devem seguir uma exigência, e deve haver a solicitação por parte do Tribunal de Justiça da entidade Federativa.

Espero ter ajudado.

 

User badge image

Susi

Há mais de um mês

Complementando a resposta do George Phillipe, segue um exemplo prático de como deve se proceder com a extinção de um Tribunal Militar Estadual:

O TJ do RS enviou à Assembleia do RS uma proposta para a extinção do Tribunal de Justiça Militar do RS em 2009. Mas em 2011, o deputado Raul Ponte propôs à mesma Assembleia uma Proposta de Emenda à Constituição do Estado do RS (PEC) n° 222/2011, propondo a extinção do Tribunal. De fato é na Assembleia do RS que deve tramitar tal porposta, mas a iniciativa deve ser do Presidente do TJ/RS, o que foi feito mas não foi dado prosseguimento. Por isso a PEC 222/2011 é criticada por vício de origem.

O exemplo é de extinção, mas acredito que sirva para compreender o assunto.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes