A maior rede de estudos do Brasil

Qual o exercício onde a origem e inserção do biceps está alterada?

Biceps

1 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para que se realize um trabalho de alongamento ou flexionamento dos músculos bíceps braquial, braquial e braquiorradial é necessário produzirem-se os movimentos de: extensão dos cotovelos, dos ombros e pronação dos antebraços. Dessa forma, deve-se realizar exercícios ou técnicas que produzam os movimentos de extensão dos cotovelos, dos ombros e pronação dos antebraços. Com a realização desses movimentos (extensão dos ombros, cotovelos e pronação dos antebraços) produzira-se um aumento da distância entre origem e inserção, com isso realizando um trabalho de alongamento ou flexionamento. Se os exercícios ou técnicas forem executados até um ponto de leve desconforto do praticante estará sendo realizado um trabalho de alongamento. Porém, se o exercícios forem realizados até um ponto de desconforto moderado a forte estará sendo produzido um trabalho de flexionamento.

Para que se realize um trabalho de alongamento ou flexionamento dos músculos bíceps braquial, braquial e braquiorradial é necessário produzirem-se os movimentos de: extensão dos cotovelos, dos ombros e pronação dos antebraços. Dessa forma, deve-se realizar exercícios ou técnicas que produzam os movimentos de extensão dos cotovelos, dos ombros e pronação dos antebraços. Com a realização desses movimentos (extensão dos ombros, cotovelos e pronação dos antebraços) produzira-se um aumento da distância entre origem e inserção, com isso realizando um trabalho de alongamento ou flexionamento. Se os exercícios ou técnicas forem executados até um ponto de leve desconforto do praticante estará sendo realizado um trabalho de alongamento. Porém, se o exercícios forem realizados até um ponto de desconforto moderado a forte estará sendo produzido um trabalho de flexionamento.

User badge image

Karla Alexsandra Barros

Há mais de um mês

 Bíceps braquial:Este é o músculo de maior volume desta região e o que gera maior sensação de hipertrofia. Ele é composto por duas cabeças, o que interfere diretamente em seu treino e altera a forma como o músculo responde aos estímulos. A cabeça longa é lateralizada e se insere no tubérculo supra glenoidal (que fica na região do ombro). Já a cabeça curta, que se encontra na parte medial do músculo, se insere no processo coracoide, que fica na escápula.

Braquial:é um músculo menor do que o bíceps braquial, mas que tem uma importância gigantesca no processo de flexão do cotovelo. Ele se insere na metade do úmero e com isso, realiza a flexão de cotovelo, em conjunto com o bíceps braquial.

Coracobraquial:ele ser um músculo auxiliar, ele desempenha uma função muito importante no treino de bíceps. Ele auxilia os outros dois músculos no movimento de flexão do cotovelo. Outra função que o coracobraquial possui é de adução do braço.A inserção dos músculos trabalhados neste tipo de treino, teremos uma série de detalhes que podem potencializar seu efeito.

 

-Principais exercícios para bíceps

Rosca direta com barra W

Rosca Scoot

 Rosca direta com o banco inclinado

Rosca direta na polia baixa com corda

 

Tomara que tenha ajudado!!!

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas