A maior rede de estudos do Brasil

O que é cédula rural pignoratícia e cédula rural hipotecária?

O que é cédula rural pignoratícia e cédula rural
hipotecária?


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Passei Direto

Há mais de um mês

Acerca das Cédulas Rurais o professor Arnoldo Wald, com propriedade, descreve que estas se dividem em quatro tipos diferentes: cédula rural pignoratícia, cédula rural hipotecária, cédula rural pignoratícia e hipotecária, e nota de crédito rural. A diferença principal, como se depreende da própria nomenclatura, é quanto às garantias reais constituídas na cédula (penhor, hipoteca, ambas ou nenhuma, respectivamente). Por fim, menciona que em qualquer das modalidades, as cédulas de crédito rural caracterizam-se como “promessa de pagamento em dinheiro” (art. 9º, caput), e destinam-se à concessão de financiamento rural, por órgãos integrantes do sistema nacional de crédito rural, a pessoas físicas ou jurídicas, incluindo cooperativas rurais, seus associados e filiados (art. 1º).

WALD explica que, em resumo, o emitente toma dinheiro emprestado contra a promessa de pagamento, dadas as garantias constantes do título. A promessa de pagamento é em dinheiro, e há compromisso de utilização dos recursos na forma e para os fins pactuados, tratando-se, pois, de um crédito vinculado ou afetado a uma determinada finalidade.

Acerca das Cédulas Rurais o professor Arnoldo Wald, com propriedade, descreve que estas se dividem em quatro tipos diferentes: cédula rural pignoratícia, cédula rural hipotecária, cédula rural pignoratícia e hipotecária, e nota de crédito rural. A diferença principal, como se depreende da própria nomenclatura, é quanto às garantias reais constituídas na cédula (penhor, hipoteca, ambas ou nenhuma, respectivamente). Por fim, menciona que em qualquer das modalidades, as cédulas de crédito rural caracterizam-se como “promessa de pagamento em dinheiro” (art. 9º, caput), e destinam-se à concessão de financiamento rural, por órgãos integrantes do sistema nacional de crédito rural, a pessoas físicas ou jurídicas, incluindo cooperativas rurais, seus associados e filiados (art. 1º).

WALD explica que, em resumo, o emitente toma dinheiro emprestado contra a promessa de pagamento, dadas as garantias constantes do título. A promessa de pagamento é em dinheiro, e há compromisso de utilização dos recursos na forma e para os fins pactuados, tratando-se, pois, de um crédito vinculado ou afetado a uma determinada finalidade.

User badge image

Paulo

Há mais de um mês

Conforme o próprio decreto-lei nº167/67 A cédula de crédito rural é promessa de pagamento em dinheiro, sem ou com garantia real cedularmente constituída. Pode ela ser pignoratícia ou hipotecária. Na cédula rural pignoratícia o valor do crédito deferido, deve indicar a finalidade ruralista a que se destina o financiamento, e os bens vinculados em penhor, geralmente bens móveis. Os bens apenhados continuam na posse imediata do emitente ou do terceiro prestante da garantia real, que responde por sua guarda e conservação como fiel depositário, seja pessoa física ou jurídica. Cuidando-se do penhor constituído por terceiro, o emitente da cédula responderá solidàriamente com o empenhador pela guarda e conservação dos bens apenhados. Em resumo segue quase a mesma coisa que o PENHOR quando estudamos DIREITOS REAIS.

Já a cédula rural hipotecária - deve ter o valor do crédito deferido, lançado em algarismos e por extenso, com indicação da finalidade ruralista a que se destina o financiamento concedido e a forma de sua utilização,Descrição do imóvel hipotecado com indicação do nome, se houver, dimensões, confrontações, benfeitorias, título e data de aquisição e anotações (número, livro e fôlha) do registro imobiliário, como você deve ter observado aqui trata de bens imóveis, rege-se praticamente a mesma regra da HIPOTECA dos DIREITOS REAIS.

ESPERO TER CONTRIBUIDO PARA O ESCLARECIMENTO DESTAS QUESTÕES, se ajudei não deixa de aprovar a resposta, obrigado!

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas