A maior rede de estudos do Brasil

o ciclo de vida de um projeto é composto por algumas fases que são?

AdministraçãoESTÁCIO EAD

3 resposta(s)

User badge image

Marcelo

Há mais de um mês

  • Iniciação do projeto
  • Organização e preparação
  • Execução do trabalho
  • Fechamento do projeto
  • Iniciação do projeto
  • Organização e preparação
  • Execução do trabalho
  • Fechamento do projeto
User badge image

edinaldo

Há mais de um mês

Ciclo de Vida de Projetos

Entenda o conceito de Ciclo de Vida de Projetos e como organiza-lo para uma melhor gestão em seus projetos.

Conceito do Ciclo de Vida de Projetos

O ciclo de vida de um Projeto é a divisão da Gestão do Projeto em fases, pelas quais ele passa do início ao término.
As fases representam um conjunto de atividades, relacionadas de maneira lógica, que culminam na conclusão de uma ou mais entregas.

A estrutura de fases permite que o controle seja segmentado em subconjuntos lógicos para facilitar o gerenciamento, o planejamento e controle.

Fases do Ciclo de Vida de Projetos

As fases do Ciclo de Vida de Projetos são definidas pela organização ou Gerente de Projetos, conforme aspectos específicos da organização, setor ou tecnologia empregada.
No entanto é possível mapear os Projetos por fases genéricas aos Ciclos de Vida:

1. Início do Projeto;
2. Organização e preparação;
3. Execução do trabalho do projeto;
4. Encerramento do Projeto.

Ciclo de Vida de Projetos - Genérico

O encerramento de uma fase ocorre com alguma forma de transferência ou entrega do produto do trabalho produzido como a entrega da fase.

A transição de uma fase para a outra dentro do ciclo de vida de um projeto é caracterizada em geral por ma entrega ou mais entregas que precisam ser aceitas pelo cliente e por quem vai dar continuidade na fase seguinte do Projeto.

O final de cada fase representa um ponto de reavaliação do trabalho realizado e do andamento de Projeto, para diagnosticar e corrigir erros que impactam na performance.

User badge image

RODRIGO

Há mais de um mês

1. Iniciação– Reconhecer um projeto ou fase inicial, com comprometimento a sua execução preliminar. Estudar a viabilidade de realiza, determinar o objetivo a ser alcançado; juntamente com as expectativas dos usuários, clientes, direção e outros. Definindo o escopo geral do projeto, selecionando os integrantes e formalizando a constituição do projeto.

2. Planejamento– Manter o esquema de trabalho viável para atingir os objetivos. Detalhamento do escopo em resultados, prazos e recursos. Listando as atividades necessárias para atingir os objetivos. Seqüenciar processos facilitadores com cronograma e orçamento viável conforme os recursos disponíveis, obtendo a aprovação dos envolvidos e interessados no projeto.

3. Execução– Coordenação de pessoas e recursos. Gerenciar a equipe, reunindo os integrantes para informar os envolvidos e interessados com o intuito de solucionar conflitos durante a execução. Assegurando os recursos necessários. Aqui executa-se o trabalho planejado. O gerente usa as informações surgidas na linha de base (default = padrão) para medir e controlar o desempenho da equipe, lembrando que quanto maior o tempo gasto maiores serão os cursos, e ênfase demasiada com o controle estenderá o cronograma.

Linha de base é o plano original detalhada para orientar em qual fase do projeto se está. Linha de base do escopo: declaração do escopo. Linha de base do custo: orçamento do projeto. Linha de base do cronograma: diagrama de rede e gráfico de Gantt. Plano de gerenciamento do projeto é o produto final do planejamento.

4. Monitoramento e Controle– Assegurar o cumprimento dos objetivos, monitoramento e avaliação do progresso para melhoria das ações. Monitoramento dos desvios de atividades, tempo e custos; tomando ações corretas para harmonizar o executado e programado. Avaliando a necessidade de alterações diversas no projeto, e reprogramá-lo se necessário, ajustando o nível de recursos e proceder os ajustes necessários e obter a aprovação dos patrocinadores do projeto.

Na fase de monitoramento deve-se ajustar o processo continuo da equipe. Na fase do monitoramento deve-se seguir os seguintes passos:

  1. Comparação com as linhas-base de custo, prazo e escopo.
  2. Identificar qualquer variações das linhas-base.
  3. Responder conforme as necessidade.

Sempre se seguindo os níveis de monitoramento e avaliação.

O gerenciamento deve revisar o progresso em comparação com as linhas de base, buscando resolver imediatamente os conflitos.

Para a alta gerência o custo e o programa são as principais preocupações, sendo assessorados pelo departamento contábil ao monitorar os custos.

As principais ferramentas e técnicas para monitorar e controlar os projetos. São: Estruturas de Análise: AEP x EAO x EAC. Redes de Precedência – PERT-COM. Diagrama de Gantt. Listagens de Datas e Folgas. Listagens de Recursos e Atribuições. Fluxo de Caixa. Análise de Riscos. Earned Value Management – EVM. Curva S. Indicadores de Desempenho. SW de Gerenciamento – Custos – Riscos – Simulação.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes