A maior rede de estudos do Brasil

"De médico e de louco todo mundo tem um pouco". Baseado nesta afirmação o que você acha que leva um ser humano a se tornar um assassino?


3 resposta(s)

User badge image

Kaká

Há mais de um mês

Na minha opinião, tudo parte de uma escolha do ser humano, e algumas coisas na vida de uma pessoa pode contribuir para o bem ou para o mal, pois existem coisas que poderá influenciar uma pessoa a fazer tal coisa, como a maneira em que essa pessoa foi criada e educada,  mas pra isso sempre existirá a opção de escolher entre fazer o que é correto ou fazer o que é errado, então uma pessoa poderá ter sido criada da melhor maneira possível, porém se ela escolher fazer o que é errado, então partirá de uma opção em cometer tal coisa.Para finalizar,eu acredito que o que leva um ser humano a se tornar um assassino é simplesmente porque ele optou em fazer essa escolha o qual ele provavelmente se deixou ser influenciado por alguma coisa ou por alguém.

Na minha opinião, tudo parte de uma escolha do ser humano, e algumas coisas na vida de uma pessoa pode contribuir para o bem ou para o mal, pois existem coisas que poderá influenciar uma pessoa a fazer tal coisa, como a maneira em que essa pessoa foi criada e educada,  mas pra isso sempre existirá a opção de escolher entre fazer o que é correto ou fazer o que é errado, então uma pessoa poderá ter sido criada da melhor maneira possível, porém se ela escolher fazer o que é errado, então partirá de uma opção em cometer tal coisa.Para finalizar,eu acredito que o que leva um ser humano a se tornar um assassino é simplesmente porque ele optou em fazer essa escolha o qual ele provavelmente se deixou ser influenciado por alguma coisa ou por alguém.

User badge image

Maria clara

Há mais de um mês

A situação faz o assassino do mesmo jeito que faz um médico, haja vista que em caso de legítima defesa um ser humano pode cometer assassinato, da mesma forma que um indivíduo sem ser profissional pode salvar vidas tal como um médico.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes