A maior rede de estudos do Brasil

Qual a função do algoritmo abaixo: 

inicio

val1 : inteiro    

aux  : literal    

VAL1 := 10

se (val1 mod 2) =1 entao    

aux := "Numero impar"     

 senao       

  aux := "Numero par"   

fimse   

 escreva(aux)

fimalgoritmo

 


O algoritmo acima utiliza variáveis do tipo: inteiro e caractere. Lembrando que nas variáveis do tipo inteiro é possível inserir somente números inteiros, ou seja, sem casa decimais. As variáveis do tipo caractere ou literal suportam valores string. 

 

Alternativas:

a-encontrar o maior valor par
b-encontrar o menor valor impar

c-encontrar a quantidade de números pares informados 

d-saber se o numero "VAL1" é par ou é impar

e-definir variáveis do tipo inteiro e literal

LogaritmoUNOPAR

1 resposta(s)

User badge image

Emanuelle

Há mais de um mês

No algorítmo a condição se verifica se o módulo (mod 2) do valor 1 digitado ( operação módulo encontra o resto da divisão de um número por outro) encontra resto 1 :

se (val1 mod 2) =1

se sim vai retornar o resultado "número impar"

entao    

aux := "Numero impar"

Do contrário, retornará o resultado "Numero par"

Exemplo: se a entrada do valor 1 for 3, módulo de 3/2 dá 1, então vai retornar "Número ímpar", se a entrada for o número 6, módulo de 6/2 é 0, retornando "Numero par".

Portanto a função do algorítmo é:

d-saber se o numero "VAL1" é par ou é impar

Espero ter sido clara! Abs

No algorítmo a condição se verifica se o módulo (mod 2) do valor 1 digitado ( operação módulo encontra o resto da divisão de um número por outro) encontra resto 1 :

se (val1 mod 2) =1

se sim vai retornar o resultado "número impar"

entao    

aux := "Numero impar"

Do contrário, retornará o resultado "Numero par"

Exemplo: se a entrada do valor 1 for 3, módulo de 3/2 dá 1, então vai retornar "Número ímpar", se a entrada for o número 6, módulo de 6/2 é 0, retornando "Numero par".

Portanto a função do algorítmo é:

d-saber se o numero "VAL1" é par ou é impar

Espero ter sido clara! Abs

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes