A maior rede de estudos do Brasil

Duas forças de intensidades iguais, F1 = F2 = 87 N, possuem uma resultante igual a 150 N. Calcule, aproximadamente, o ângulo entre as duas forças.


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder este problema, vamos colocar em prática nossos conhecimento sobre decomposição de forças. Em especial, utilizaremos a Regra do Paralelogramo.

Sejam \(\vec {v_1}\) e \(\vec {v_2}\) dois vetores que formam um ângulo \(\theta\) entre si. Tais vetores formam um paralelogramo e o vetor resultante, \(\vec {v}\), consiste na diagonal e, desta forma, resulta que:

\(\begin{align} v^2&=v_1^2+v_2^2+v_1\cdot v_2\cdot \cos \theta \end{align}\)

A figura abaixo ilustra esse fato

Fonte: http://efisica.if.usp.br/mecanica/basico/vetores/somar/ (acesso 22 mai. 2018).

Assim, no problema em questão, denominando de \(F\) a força resultante, tem-se que:

\(\begin{align} F^2&=F_1^2+F_2^2+F_1\cdot F_2\cdot \cos \theta \end{align}\)

Substituindo os dados do problema, vem que:

\(\begin{align} 150^2&=87^2+87^2+87\cdot 87\cdot \cos \theta \end{align}\)

Isolando \(\cos \theta\) e realizando os cálculos:

\(\begin{align} \cos \theta&= \dfrac{150^2 - 87^2 - 87^2}{87\cdot 87} \\&= \dfrac{22.500 - 7569 - 7569}{7.569} \\&= \dfrac{7.352}{7.569} \\&= 0,9726 \end{align}\)

Por fim, aplicando \(\arccos\) em ambos os lados, encontra-se \(\theta =13,43°\).

Portanto, o ângulo entre as forças é de \(\boxed{13,43°}\).

Para responder este problema, vamos colocar em prática nossos conhecimento sobre decomposição de forças. Em especial, utilizaremos a Regra do Paralelogramo.

Sejam \(\vec {v_1}\) e \(\vec {v_2}\) dois vetores que formam um ângulo \(\theta\) entre si. Tais vetores formam um paralelogramo e o vetor resultante, \(\vec {v}\), consiste na diagonal e, desta forma, resulta que:

\(\begin{align} v^2&=v_1^2+v_2^2+v_1\cdot v_2\cdot \cos \theta \end{align}\)

A figura abaixo ilustra esse fato

Fonte: http://efisica.if.usp.br/mecanica/basico/vetores/somar/ (acesso 22 mai. 2018).

Assim, no problema em questão, denominando de \(F\) a força resultante, tem-se que:

\(\begin{align} F^2&=F_1^2+F_2^2+F_1\cdot F_2\cdot \cos \theta \end{align}\)

Substituindo os dados do problema, vem que:

\(\begin{align} 150^2&=87^2+87^2+87\cdot 87\cdot \cos \theta \end{align}\)

Isolando \(\cos \theta\) e realizando os cálculos:

\(\begin{align} \cos \theta&= \dfrac{150^2 - 87^2 - 87^2}{87\cdot 87} \\&= \dfrac{22.500 - 7569 - 7569}{7.569} \\&= \dfrac{7.352}{7.569} \\&= 0,9726 \end{align}\)

Por fim, aplicando \(\arccos\) em ambos os lados, encontra-se \(\theta =13,43°\).

Portanto, o ângulo entre as forças é de \(\boxed{13,43°}\).

User badge image

Ricardo

Há mais de um mês

Fr²=F1²+F2²-2F1F2-COSY

150²=87²+87²-2*87*87*COSY

22500=15138-2*87*87*COSY

22500-15138=-2*87*87*COSY

7362=-15138*COSY

7362/15138=COSY

0,486325802=COSY

COSY-1(arqtg)=60,90062804°

User badge image

Máx

Há mais de um mês

O Ricardo Roch errou o sinal do ângulo, embora tenha acertado o sinal da conversão do arco no final, essa é para a Lei dos Cossenos.

 

Fr² = F1² + F2² + 2F1*F2*cos θ

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas