A maior rede de estudos do Brasil

PASSAGEM FORÇADA

  AMON, dono de um imóvel localizando em área rural, embora tenha outra saída para via publica, utiliza por mais de dois anos uma passagem no imóvel de Lisa para escoar a produção de mamão. Embora o caminho utilizado por Amon não traga nenhuma prejuízo aparente para Lisa, a mesma pretende fechar a passagem, Qual deverá ser a postura de AMON para proteger seus direitos?

Direito Civil IVFACULDADES DOCTUM

2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Júnior Oliveira Verified user icon

Há mais de um mês

Amon deverá propor acordo ao proprietário do imóvel, para que pague uma indenização em contrapartida à autorização na manutenção de sua passagem, ou deverá comprovar judicialmente que a utilização de outro caminho para alcançar via pública é muito dispendiosa física e financeiramente. É o que dipõe o artigo 1.285 do CC, ao esclarecer o seguinte:

Da Passagem Forçada

Art. 1.285. O dono do prédio que não tiver acesso a via pública, nascente ou porto, pode, mediante pagamento de indenização cabal, constranger o vizinho a lhe dar passagem, cujo rumo será judicialmente fixado, se necessário.

Amon deverá propor acordo ao proprietário do imóvel, para que pague uma indenização em contrapartida à autorização na manutenção de sua passagem, ou deverá comprovar judicialmente que a utilização de outro caminho para alcançar via pública é muito dispendiosa física e financeiramente. É o que dipõe o artigo 1.285 do CC, ao esclarecer o seguinte:

Da Passagem Forçada

Art. 1.285. O dono do prédio que não tiver acesso a via pública, nascente ou porto, pode, mediante pagamento de indenização cabal, constranger o vizinho a lhe dar passagem, cujo rumo será judicialmente fixado, se necessário.

User badge image

Adriana

Há mais de um mês

ENUNCIADO 88 – Art. 1.285: O direito de passagem forçada, previsto no art. 1.285 do CC, também é garantido nos casos em que o acesso à via pública for insuficiente ou inadequado, consideradas, inclusive, as necessidades de exploração econômica.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas