A maior rede de estudos do Brasil

linguagem

Às vezes, relaxamos na hora de falar ou escrever. O resultado é que, sem querer, uma frase pode gerar ambiguidade, ou confusão ao entendimento de quem ouve ou lê. Por exemplo: "Geralmente, a mãe é a pessoa que a criança mais confia." Para ficar um período construído com perfeição, devemos redigir assim: "Geralmente, a mãe é a pessoa em quem a criança mais confia.", porque o verbo CONFIAR exige a preposição EM, pois confiamos EM algo ou EM alguém.

Para não deixar dúvidas sobre o que o sujeito declara que comeu, qual a opção adequada?

1 ponto
 
  O pires que o garçom trouxe para nós comermos estava cheio de guloseimas.
  Não devemos cuspir no prato que comemos.
 

O pratinho que eu comi, na festa, tinha brigadeiro e cajuzinho.

 

O prato que eu comi hoje estava carregado de pimenta.

 

O prato em que ela comeu a salada não estava bem limpo.

 

PortuguêsESTÁCIO

1 resposta(s)

User badge image

Luciene

Há mais de um mês

nao devemos cuspir no prato que comemos

nao devemos cuspir no prato que comemos

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes