A maior rede de estudos do Brasil

O prazo máximo de 5 anos que o nome do consumidor pode permanecer negativado inicia-se após a data de venc. da dívida ou no dia em que foi inserido ?

Como se sabe, se o consumidor está inadimplente, o fornecedor poderá incluí-lo em bancos de dados de proteção ao crédito (exs.: SPC e SERASA). Existe um prazo máximo no qual o nome do devedor pode ficar negativado?SIM. Os cadastros e bancos de dados não poderão conter informações negativas do consumidor referentes a período superior a 5 anos. É o que prevê o § 1º do art. 43 do CDC:§ 1º - Os cadastros e dados de consumidores devem ser objetivos, claros, verdadeiros e em linguagem de fácil compreensão, não podendo conter informações negativas referentes a período superior a 5 (cinco anos).
Passado esse prazo, o próprio órgão de cadastro deve retirar a anotação negativa, independentemente de como esteja a situação da dívida (não importa se ainda está sendo cobrada em juízo ou se ainda não foi prescrita).Súmula 323-STJ: A inscrição do nome do devedor pode ser mantida nos serviços de proteção ao crédito até o prazo máximo de cinco anos, independentemente da prescrição da execução.
A partir de quando se começa a contar este prazo de 5 anos: após a data em que houve o vencimento da dívida ou após o dia em que o nome do devedor foi inserido no SPC/SERASA?Ex: João deixou de pagar a conta do celular que venceu em 01 de março 2015; em 01 de julho 2015, a operadora incluiu o devedor no SERASA; caso não pague, o nome de João sairá do cadastro negativo em 02 de março 2020 ou em 02 de julho de 2020?Em 02 de março de 2020. O STJ decidiu que:O termo inicial do prazo de permanência de registro de nome de consumidor em cadastro de proteção ao crédito (art. 43, § 1º, do CDC) inicia-se no dia subsequente ao vencimento da obrigação não paga, independentemente da data da inscrição no cadastro.Assim, vencida e não paga a obrigação, inicia-se, no dia seguinte, a contagem do prazo de 5 anos previsto no §1º do art. 43, do CDC, não importando a data em que o nome do consumidor foi negativado.STJ. 3ª Turma. REsp 1.316.117-SC, Rel. Min. João Otávio de Noronha, Rel. para acórdão Min. Paulo de Tarso Sanseverino, julgado em 26/4/2016 (Info 588).
O § 1º do art. 43 não diz expressamente qual deverá ser o termo inicial da contagem do prazo de 5 anos.No entanto, é possível concluir que esta contagem deverá levar em consideração a data do vencimento da obrigação (e não o dia de inclusão no cadastro de inadimplentes). 


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

DLRV Advogados Verified user icon

Há mais de um mês

Segundo o STJ, "o termo inicial do prazo de permanência de registro de nome de consumidor em cadastro de proteção ao crédito (art. 43, § 1º, do CDC) inicia-se no dia subsequente ao vencimento da obrigação não paga, independentemente da data da inscrição no cadastro. Assim, vencida e não paga a obrigação, inicia-se, no dia seguinte, a contagem do prazo de 5 anos previsto no §1º do art. 43, do CDC, não importando a data em que o nome do consumidor foi negativado".

STJ. 3ª Turma. REsp 1.316.117-SC, Rel. Min. João Otávio de Noronha, Rel. para acórdão Min. Paulo de Tarso Sanseverino, julgado em 26/4/2016 (Info 588).

O início do prazo deve coincidir com a data do fato que autorizaria a efetivação do registro restritivo, isto é, o dia subsequente ao do vencimento da obrigação não paga, não sendo relevante para esse fim a data em que o credor efetivamente solicitou a inscrição do débito no cadastro de inadimplentes.

A decisão baseou-se no entendimento de que as normas do CDC, em havendo dubiedade de significado, devem ser interpretadas da maneira que mais favoreçam a proteção do consumidor, cuja vulnerabilidade é expressamente reconhecida pelo art. 4º, I, do aludido Código.

 

Segundo o STJ, "o termo inicial do prazo de permanência de registro de nome de consumidor em cadastro de proteção ao crédito (art. 43, § 1º, do CDC) inicia-se no dia subsequente ao vencimento da obrigação não paga, independentemente da data da inscrição no cadastro. Assim, vencida e não paga a obrigação, inicia-se, no dia seguinte, a contagem do prazo de 5 anos previsto no §1º do art. 43, do CDC, não importando a data em que o nome do consumidor foi negativado".

STJ. 3ª Turma. REsp 1.316.117-SC, Rel. Min. João Otávio de Noronha, Rel. para acórdão Min. Paulo de Tarso Sanseverino, julgado em 26/4/2016 (Info 588).

O início do prazo deve coincidir com a data do fato que autorizaria a efetivação do registro restritivo, isto é, o dia subsequente ao do vencimento da obrigação não paga, não sendo relevante para esse fim a data em que o credor efetivamente solicitou a inscrição do débito no cadastro de inadimplentes.

A decisão baseou-se no entendimento de que as normas do CDC, em havendo dubiedade de significado, devem ser interpretadas da maneira que mais favoreçam a proteção do consumidor, cuja vulnerabilidade é expressamente reconhecida pelo art. 4º, I, do aludido Código.

 

User badge image

Marcelo

Há mais de um mês

Acho que você perguntou e você mesmo deu a resposta...a referência é o vencimento da dívida. O prazo prescricional é sempre em relação ao inadimplemento.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas