A maior rede de estudos do Brasil

princípio da exclusividade do direito de propriedade e o conceito de condomínio geral qual a semelhança e diferença?

direito civil

direito real

Direito Civil I

UNIPINHAL


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Carlos Eduardo Ferreira de Souza Verified user icon

Há mais de um mês

Princípio da exclusividade da propriedade: impõe que não pode haver direitos reais iguais sobre determinado bem, devendo um deles ser excluído.

Condomínio: ocorre quando determinada coisa pertence (está sob domínio) de mais de uma pessoa, possuindo todas elas direitos iguais no plano ideal e sobre cada uma das partes individualizadas, ainda que distintas em proporção entre si.

Relacionando os conceitos, temos o condomínio como exceção ao princípio da exclusividade, permitindo que mais de um sujeito exerça, sobre o mesmo bem, o domínio ou a propriedade, mas reiteramos que é hipótese excepcional, tanto é que o Direito Civil tenta evita-lo. Dentre as adoções, temos o direito de preferência do condômino sobre terceiros na aquisição de cota condominial (e.g. João e Maria são proprietário de um apartamento. Maria resolve vender sua parte. João tem prioridade na aquisição, pois, o fazendo, encerrará o condomínio e passará a ter propriedade exclusiva).

Princípio da exclusividade da propriedade: impõe que não pode haver direitos reais iguais sobre determinado bem, devendo um deles ser excluído.

Condomínio: ocorre quando determinada coisa pertence (está sob domínio) de mais de uma pessoa, possuindo todas elas direitos iguais no plano ideal e sobre cada uma das partes individualizadas, ainda que distintas em proporção entre si.

Relacionando os conceitos, temos o condomínio como exceção ao princípio da exclusividade, permitindo que mais de um sujeito exerça, sobre o mesmo bem, o domínio ou a propriedade, mas reiteramos que é hipótese excepcional, tanto é que o Direito Civil tenta evita-lo. Dentre as adoções, temos o direito de preferência do condômino sobre terceiros na aquisição de cota condominial (e.g. João e Maria são proprietário de um apartamento. Maria resolve vender sua parte. João tem prioridade na aquisição, pois, o fazendo, encerrará o condomínio e passará a ter propriedade exclusiva).

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas