A maior rede de estudos do Brasil

Com a morte da interditada, o que acontece com o processo de interdição, e os bens ou valores depositados na interdição?

Direito Civil IUNINOVE

2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Carlos Eduardo Ferreira de Souza Verified user icon

Há mais de um mês

O processo de interdição visa suprir a incapacidade que acomete o interditado/interditando.

Assim, sua morte acarreta a extinção do processo, sem resolução do mérito, por perda do objeto da ação (que não é o interditando, mas a própria supressão da incapacidade).

Quanto ao dever de prestação de contas, subsistirá, sendo certo que o patrimônio do falecido deve ser utilizado para quitar dívidas exclusivamente revertidas em seu proveito, bem como ser repartido, em seguida, de acordo com as regras sucessórias.

O processo de interdição visa suprir a incapacidade que acomete o interditado/interditando.

Assim, sua morte acarreta a extinção do processo, sem resolução do mérito, por perda do objeto da ação (que não é o interditando, mas a própria supressão da incapacidade).

Quanto ao dever de prestação de contas, subsistirá, sendo certo que o patrimônio do falecido deve ser utilizado para quitar dívidas exclusivamente revertidas em seu proveito, bem como ser repartido, em seguida, de acordo com as regras sucessórias.

User badge image

Fábio

Há mais de um mês

Os bens serão administrados pelo curador designado pelo juiz. Vale ressaltar que o nome do processo é de Curatela e não de interdição, apesar de maçgrado ainda termos tal nomenclatura na legislação. 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas