A maior rede de estudos do Brasil

teoria da democracia apol 2


6 resposta(s)

User badge image

Rawi

Há mais de um mês

C - não é, eu coloquei C, e deu errado

C - não é, eu coloquei C, e deu errado

User badge image

Rawi

Há mais de um mês

essa apolo ta cheia de pega ratão, errei quase tudo, mas vou colocar aqui pra você ver pelo menos as que acertei!

 

User badge image

Rawi

Há mais de um mês

Questão 1/5 - Teoria da Democracia
"Acreditar que existe um único valor 'superior' ao qual todos os outros devem se submeter e se necessário eliminar abre o caminho para o ___, religioso ou secular".
(SORJ, Bernardo. A convivência democrática como politeísmo de valores. Estud. av.,  São Paulo ,  v. 30, n. 86, p. 133-145,  abr.  2016 .)
Os espaços ( ___ ) podem ser corretamente substituídos por qual característica do contexto histórico, social e político em que emergiu a Escola de Frankfurt?

Nota: 0.0

A
liberalismo
B
autoconhecimento
C
iluminismo
D
totalitarismo

Para compreender esse conteúdo é importante entender o que se passava no cenário socioeconômico no mundo nessa época, onde as pessoas discutiam as delimitações da teoria representativa, a ascensão do Totalitarismo, os meios de comunicação em massa, entre outros.

Rota de Aprendizagem 3 de Teoria da Democracia, p. 4.

E
absolutismo

Questão 2/5 - Teoria da Democracia
"Já Adorno e Horkheimer (1978), ao contrário de Reich, expõem que a ascenção do nazismo e, portanto, a aceitação e submissão da personalidade à ideologia autoritária, se devia ao enfraquecimento da família dado no período da República de Weimar. Com o declínio da figura do pai, enquanto figura de autoridade, a formação do Ego e do Superego do indivíduo foi prejudicada, facilitando o surgimento de um líder que possibilitasse mais a imitação (mimésis), do que a identificação. O avanço social teria levado a uma regressão dos ideais do Iluminismo de indivíduo e cultura. A autonomia do indivíduo possibilitada pelo conflito com o poder, perdeu-se na aceitação cega deste. E a idéia de uma cultura humana, calcada na universalidade e solidariedade entre os homens guiados pela razão é substituída por uma idéia de cultura natural, calcada na irracionalidade da raça e baseada na força".
(CROCHIK, José Leon. A personalidade narcisista segundo a Escola de Frankfurt e a ideologia da racionalidade tecnológica. Psicol. USP,  São Paulo ,  v. 1, n. 2, p. 141-154, dez.  1990 .)
Assinale a alternativa que identifica corretamente bases teóricas que influenciaram a Escola de Frankfurt.

Nota: 20.0

A
Trotskismo e Liberalismo
B
Leninismo e McCarthismo
C
Liberalismo e Bulionismo
D
Psicanálise e Weberianismo

Você acertou!

As três principais influências teóricas da Escola de Frankfurt podem ser nomeadas como o marxismo (ideia de totalidade social concebida como estrutura), a psicanálise freudiana (principalmente nos conceitos como “repressão”) e o weberianismo.

Videoaula 3 de Teoria da Democracia, com prof. Pedro Medeiros. (p. 5 da Rota de Aprendizagem)

 

E
Weberianismo e Confucionismo

Questão 3/5 - Estado Moderno e Contemporâneo
Quando se fala no caráter imperativo das normas estatais, é muito comum que sejam utilizados os termos coerção e coação como sinônimos, e ao longo do tempo, é natural que o estudante acostume-se com essa interpretação. O que se deve conhecer são as peculiaridades inerentes a cada uma. Fonte: leitura complementar da aula 3.

Tendo como base a contextualização acima, e os conteúdos discutidos na aula 3, assinale a alternativa que faz uma análise correta das afirmativas abaixo:

I – A ideia de coerção nos remente a uma pressão simbólica e abstrata, pois os indivíduos respeitam as normas estatais com base na convicção de que sofrerão sanções se não as respeitarem.

II – A ideia de coação nos remete para o exercício da força física, no plano fático, como uma força evidentemente manifesta.

III – A coação só será empregada pelo Estado quando a coerção não funcionar e quando as sanções impostas pelo Estado não forem cumpridas pelos indivíduos.

Nota: 0.0

A

Somente a afirmativa III está correta

B

As afirmativas I e III estão corretas

C

Todas as afirmativas estão corretas

O aluno deve assinalar “Todas as afirmativas estão corretas”. Como podemos ler no texto complementar da aula 3, “Coerção é uma força que se observa no campo psicológico, levando alguém a cumprir determinada regra, a ter uma certa conduta, somente devido à pressão “abstrata” que o sujeito emissor da norma impõe.” Além disso, por esse texto sabemos que a “A Coação é outra fase da imposição da força, que ocorre no plano fático, é uma força evidentemente manifesta, pois reflete no campo físico. O Estado utiliza a coação quando a coerção não funcionou, e a sanção decretada também não foi cumprida pelo indivíduo.” Fonte: JESUS, Paulo Roberto Rocha de. Coerção, Coação e Imperatividade: Como Distingui-los? Disponível em: <http://www.artigojus.com.br/2012/04/coercao-coacao-e-imperatividade.html>.
D

As afirmativas I e II estão corretas

E

Somente a afirmativa I está correta


Questão 4/5 - Estado Moderno e Contemporâneo

“(...) para a instituição Estado vale, mais ainda, aquilo que K. Marx e Weber, de perspectivas opostas, disseram do capital e do capitalismo em geral, ou seja e respectivamente, que é ante-diluviano e pode ser encontrado em todas as sociedades em que existe dinheiro.

Marx, sem esquecer F. Engels, diria que assim é, porque todas as sociedades, excluindo as chamadas sociedades primitivas, se dividem em classes, tornando o Estado necessário para permitir a exploração-dominação de uma classe sobre outras, de modo que luta de classes e Estado formam um par historicamente inseparável que somente sairá de cena conjunta e definitivamente com o fim da história”.

(FLORENZANO, Modesto. Sobre as origens e o desenvolvimento do estado moderno no ocidente. Lua Nova,  São Paulo ,  n. 71, p. 11-39,    2007 .)

A respeito do Estado Moderno que se forma, assinale a alternativa que identifique corretamente causa material.

Nota: 20.0

A
Leis.
B
Direito.
C
Território.

Você acertou!

Quais foram as causas que levaram à formação do Estado?

As causas para a formação do Estado podem ser divididas em dois elementos principais:

Causas materiais: são aquelas relacionadas aos elementos físicos, desde o território, passando pelo humano, que é o povo;

Causas formais: são aquelas relacionadas às regras, normas e leis que definem e delimitam o poder do estado.

 

Rota de Aprendizagem 3 de Estado Moderno e Contemporâneo, p. 3.

D
Moral.
E
Ética.

Questão 5/5 - Teoria da Democracia

"Não é exagero dizer que a pesquisa sobre a tradição de pensamento conhecida pelo nome de ‘Teoria Crítica’ passa por um momento de forte renovação no cenário acadêmico brasileiro e internacional.  (...) o que sustentava a verdadeira unidade dessa tradição no interior de sua evidente multiplicidade teórica e disciplinar: a constante busca de atualizar o diagnóstico de época segundo as exigências de apreender os potenciais emancipatórios inscritos na realidade das sociedades capitalistas contemporâneas e, simultaneamente, identificar os obstáculos ao desenvolvimento desses potenciais”.
(TERRA, Ricardo; REPA, Luiz. Teoria crítica: introdução. Cad. CRH,  Salvador ,  v. 24, n. 62, p. 245-248,  Aug.  2011 .)

A respeito da Teoria Crítica, assinale a alternativa correta.

Nota: 0.0

A
A teoria crítica surge no contexto pré Primeira Guerra Mundial, e inicialmente combatendo o totalitarismo prussiano acaba reforçando-o.
B
Fruto do pós-Guerra, a teoria crítica estabelece crítica ao iluminismo e à ideia de identidade.
C
Os pensadores da teoria crítica não são contra a razão, mas propõe repensar a razão.

A Teoria Crítica censura o projeto iluminista – que defende a razão como o meio de emancipação do ser humano – porque ela vê a razão como uma forma de dominação do indivíduo dentro da sociedade, assim como ocorre no Totalitarismo.

Mas isso não quer dizer que seus teóricos sejam adversos à razão, pois a teoria crítica propõe ampliar esse conceito, de forma que o pensamento se liberte da prática empirista para uma visão objetiva da realidade.

Rota de Aprendizagem 3 de Teoria da Democracia, p. 6.

D
Teoria Crítica e iluminismo são fruto do mesmo contexto no qual se forma o Estado Nacional.
E
A teoria crítica se coloca no cenário político de forma absolutamente contrária à razão.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes