A maior rede de estudos do Brasil

Zacarias ofereceu à venda a Raimundo uma bicicleta, mas esta não se efetivou porque seu proprietário Severino impediu o ato. Indaga-se:

4. Considerando-se que a bicicleta havia sido a ele cnfiada por seu empregador Severino para que pudesse fazer a entrega de pães da padaria deste, mas resolvesse ele vende-la, e posteriormente diria a Severino que havia sido assaltado e a bicicleta subtraída, que crime teria cometido Zacarias? Há alguma qualificadora? É ele consumado? Justifique. 5. Na hipótese acima, acaso Zacarias resolvesse se apropriar do bem como forma de receber seu salário, que estava atrasado, este fato alteraria, de alguma forma, a resposta aquela questao? Por que?

2 resposta(s)

User badge image

Juliana

Há mais de um mês

Acredito que, caso Zacarias ficasse com a bicicleta para satisfazer pagamentos atrasados de seu salário, o crime seria de exercício arbitrário das próprias razões, pois estaria fazendo justiça com as próprias mão, mesmo a sua pretensão sendo legítima (art. 345 do CP)

Acredito que, caso Zacarias ficasse com a bicicleta para satisfazer pagamentos atrasados de seu salário, o crime seria de exercício arbitrário das próprias razões, pois estaria fazendo justiça com as próprias mão, mesmo a sua pretensão sendo legítima (art. 345 do CP)

User badge image

Juliana

Há mais de um mês

O crime é de Apropriação Indébita, tipificado no art. 168, §1ª, III, do Código Penal. A qualificadora (que, na verdade, é majorante) é justamente o referido inciso, vez que Zacarias detinha a posse da bicicleta em razão do ofício, emprego ou profissão.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes