A maior rede de estudos do Brasil

Quais as Principais Patologias Causadas pelo Viros *Herpes Na cavidade Oral ? E Qual o Tratamento de Eleição Para Cada uma. ?

OdontologiaFACIMED

1 resposta(s)

User badge image

Beatriz

Há mais de um mês

Então... O vírus da Herpes tem algumas subdivisões:

- Herpes simples: as manifestações clínicas demoram um tempo para aparecer, mas é caracterizada por bolhas (fase clínico-ativa) na região de lábio (inferior ou superior). Esse tipo tem 3 fases: podrômico (quando a região apresenta-se avermelhada e geralmente assintomática), clínico-ativa (quando tem-se a aparição de bolhas e o paciente relata dor - não é indicado intervir [mesmo para procedimentos simples], pois é transmissível) e a fase reparatória (quando cria aquela crosta ["casquinha"] e aí já pode realizar procedimentos).

- Gengivoestomatite herpética primária aguda (herpes primário): As manifestações variam de uma debilidade leve a intensa. Causam (em muitas das vezes): linfadenopatia cervical anterior; calafrios; febre (39 a 40,5°C); náuseas; anorexia; irritabilidade e lesões orais dolorosas. A característica clínica (geralmente) são ulcerações em mucosa.

- Infecção herpética recorrente: herpes simples recorrente na pele peribucal e semimucosa labial, comprometendo extensa área e com duração maior que 10 dias de evolução. Nesses casos, deve-se promover uma avaliação sistêmica do paciente quanto ao seu grau de imunocompetência. Na gengiva, herpes simples recorrente, diagnosticado inicialmente como lesão traumática, química ou alérgica. A mucosa gengival queratinizada é o segundo lugar intrabucal mais acometido pelo herpes simples recorrente.

→ Tratamento: o tratamento para essas é o mesmo - Valaciclovir (Valtrex®, GlaxoSmithKline, Reino Unido): um comprimido de 500mg a cada 12 horas durante 5 dias.

- Herpes zooster: a herpes zooster é causada pela reativação do vírus varicela zooster nos nervos cranianos e nos gânglios das raízes espinhais dorsais, geralmente deflagrada décadas após a infecção primária de varicela. A reativação ocorre principalmente em indivíduos imunocomprometidos por outras doenças, como câncer, síndrome da imunodeficiência adquirida, imumossupressão pós-transplante e quimioterapia.

Tratamento: 

1. Aciclovir (800 mg), 5 vezes ao dia, durante 7 dias;

2. Famciclovir (500 mg), 3 vezes ao dia, durante 7 dias;

3. Valaciclovir (1 g), 3 vezes ao dia, durante 7 dias.

 

Então... O vírus da Herpes tem algumas subdivisões:

- Herpes simples: as manifestações clínicas demoram um tempo para aparecer, mas é caracterizada por bolhas (fase clínico-ativa) na região de lábio (inferior ou superior). Esse tipo tem 3 fases: podrômico (quando a região apresenta-se avermelhada e geralmente assintomática), clínico-ativa (quando tem-se a aparição de bolhas e o paciente relata dor - não é indicado intervir [mesmo para procedimentos simples], pois é transmissível) e a fase reparatória (quando cria aquela crosta ["casquinha"] e aí já pode realizar procedimentos).

- Gengivoestomatite herpética primária aguda (herpes primário): As manifestações variam de uma debilidade leve a intensa. Causam (em muitas das vezes): linfadenopatia cervical anterior; calafrios; febre (39 a 40,5°C); náuseas; anorexia; irritabilidade e lesões orais dolorosas. A característica clínica (geralmente) são ulcerações em mucosa.

- Infecção herpética recorrente: herpes simples recorrente na pele peribucal e semimucosa labial, comprometendo extensa área e com duração maior que 10 dias de evolução. Nesses casos, deve-se promover uma avaliação sistêmica do paciente quanto ao seu grau de imunocompetência. Na gengiva, herpes simples recorrente, diagnosticado inicialmente como lesão traumática, química ou alérgica. A mucosa gengival queratinizada é o segundo lugar intrabucal mais acometido pelo herpes simples recorrente.

→ Tratamento: o tratamento para essas é o mesmo - Valaciclovir (Valtrex®, GlaxoSmithKline, Reino Unido): um comprimido de 500mg a cada 12 horas durante 5 dias.

- Herpes zooster: a herpes zooster é causada pela reativação do vírus varicela zooster nos nervos cranianos e nos gânglios das raízes espinhais dorsais, geralmente deflagrada décadas após a infecção primária de varicela. A reativação ocorre principalmente em indivíduos imunocomprometidos por outras doenças, como câncer, síndrome da imunodeficiência adquirida, imumossupressão pós-transplante e quimioterapia.

Tratamento: 

1. Aciclovir (800 mg), 5 vezes ao dia, durante 7 dias;

2. Famciclovir (500 mg), 3 vezes ao dia, durante 7 dias;

3. Valaciclovir (1 g), 3 vezes ao dia, durante 7 dias.

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes