A maior rede de estudos do Brasil

Alguém me explica o que é a teoria maior subjetiva e objetiva da desconsideração da personalidade jurídica????

Direito Civil IESTÁCIO

2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Carlos Eduardo Ferreira de Souza Verified user icon

Há mais de um mês

Teoria maior da desconsideração da personalidade jurídica é aquela adotada pelo Código Civil, que exige o inadimplemento + abuso da personalidade jurídica para ensejar a desconsideração da personalidad jurídica.

O abuso da personalidade pode ser caracterizado por um critério subjetivo (desvio da finalidade) ou por um critério objetivo (confusão patrimonial).

Quando ocorrer pelo critério subjetivo, será teoria maior subjetiva. Quando pelo critério objetivo, será teoria maior objetiva.

Assim, será subjetiva quando caracterizada pelo inadimplemento + desvio de finalidade.

Será objetiva quando caracterizada pelo inadimplemento + confusão patrimonial.

Teoria maior da desconsideração da personalidade jurídica é aquela adotada pelo Código Civil, que exige o inadimplemento + abuso da personalidade jurídica para ensejar a desconsideração da personalidad jurídica.

O abuso da personalidade pode ser caracterizado por um critério subjetivo (desvio da finalidade) ou por um critério objetivo (confusão patrimonial).

Quando ocorrer pelo critério subjetivo, será teoria maior subjetiva. Quando pelo critério objetivo, será teoria maior objetiva.

Assim, será subjetiva quando caracterizada pelo inadimplemento + desvio de finalidade.

Será objetiva quando caracterizada pelo inadimplemento + confusão patrimonial.

User badge image

Beatriz

Há mais de um mês

Segundo a teoria maior, adotada pelo art. 50, do CC, para efeito de desconsideração, exige-se o requisito específico do abuso caracterizado pelo desvio de finalidade ou confusão patrimonial. Já a teoria menor, mais fácil de ser aplicada, adotada pelo CDC e pela legislação ambiental, não exige a demonstração de tal requisito, ou seja não precisa demonstrar o abuso ocasionado pelo desvio de finalidade ou confusão patrimonial.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas