A maior rede de estudos do Brasil

Como vocês responderiam esse caso, só para ver se bate com meu raciocínio.

Helena contratou João, renomado marceneiro, para que confeccionasse e instalasse portas novas na entrada de seu apartamento. No contrato ficou consignado que João forneceria todo o material, inclusive a madeira, de modo que Helena apenas pagaria pelos serviços. Porém, sem que Helena soubesse, João usou sobras de madeira de um outro cliente, Lucas, para quem havia trabalhado há 3 meses. Os demais materiais que compõem as portas foram devidamente adquiridos por João. Ocorre que Lucas, ao descobrir que João utilizou o seu material, foi até Helena a fim de obter para si as portas feitas por João, com base no poder de reivindicação que decorre da propriedade da madeira. Neste caso, responda JUSTIFICADA E FUNDAMENTADAMENTE:

A) Helena terá que entregar as portas a Lucas?

B) Lucas terá direito a algum tipo de indenização ou ressarcimento?

Direito Civil IESTÁCIO

1 resposta(s)

User badge image

Stefania

Há mais de um mês

Meu raciocínio:

a) Ela não deve entregar as portas a Lucas, uma vez que esta fez o contrato com o marceneiro João, cabendo Helena, caso entregue, ajuízar ação pleiteando perdas e danos

b) Só caberá idenização a Lucas se João agir de má-fe, ainda que a máteria prima possa voltar ao status quo.

 

Meu raciocínio:

a) Ela não deve entregar as portas a Lucas, uma vez que esta fez o contrato com o marceneiro João, cabendo Helena, caso entregue, ajuízar ação pleiteando perdas e danos

b) Só caberá idenização a Lucas se João agir de má-fe, ainda que a máteria prima possa voltar ao status quo.

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes