A maior rede de estudos do Brasil

fator limitante

numa escala de temperatura, quais são as que melhor se enquadram como fatores limitantes?

EcologiaCEDERJ

5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Fator limitante é qualquer elemento na natureza, incluindo recurso alimentar condições, ou fatores que comprometa o crescimento de uma ou mais espécies.


Sabemos que fatores físicos do ambiente, como temperatura, podem alterar a eficiência com que cada espécie aloca suas energias, para a manutenção de suas funções vitais. O fator temperatura é muito importante nos ecossistemas, uma vez que cada espécie possui um limite de temperatura para sua sobrevivência. Em geral, os organismos sobrevivem dentro de uma faixa de amplitude térmica, não existindo condições de sobrevivência em temperaturas acima ou abaixo desta faixa. Algumas espécies possuem uma maior amplitude térmica de sobrevivência, enquanto algumas outras só sobrevivem dentro de um limite muito estreito de temperatura. Alguns organismos, quando as temperaturas ambientais se afastam de sua faixa ótima de amplitude, desenvolvem comportamentos e adaptações que lhe garantem a sobrevivência neste período. Assim, algumas espécies reduzem seu metabolismo a um nível mais basal, reduzindo suas atividades a valores mínimos e ficando num estado de latência, enquanto outros podem migram para regiões com temperaturas mais favoráveis. É possível observar em alguns animais características próprias de adaptação às diferentes temperaturas, como por exemplo, os que apresentam pelagem longa e camadas mais espessas de gordura, para suportar regiões muito frias. Existem também, inclusive, algumas espécies de plantas que, com as mudanças de estações ao longo do ano, alteram seu aspecto. Com as mudanças bruscas de temperatura, fugindo dos limiares ideais pra cada espécie, os organismos podem vir à morte, e algumas espécies até a extinção, uma vez que não conseguem se adaptar a determinadas mudanças rápidas e intensas.


Portanto, a condição ideal de temperatura varia de organismos para organismos, e em geral está dentro de um limiar de tolerância. Algumas espécies possuem um maior limiar de tolerância a temperaturas, enquanto outras toleram apenas uma faixa estreita de variação. Essa faixa de temperatura tem relação com características morfológicas e fisiológicas de cada organismo, que se adapta conforme as condições do ambiente no qual está inserido. O fator temperatura é considerado fator limitante para uma determinada espécie quando está muito fora desse limiar aceitável.

Fator limitante é qualquer elemento na natureza, incluindo recurso alimentar condições, ou fatores que comprometa o crescimento de uma ou mais espécies.


Sabemos que fatores físicos do ambiente, como temperatura, podem alterar a eficiência com que cada espécie aloca suas energias, para a manutenção de suas funções vitais. O fator temperatura é muito importante nos ecossistemas, uma vez que cada espécie possui um limite de temperatura para sua sobrevivência. Em geral, os organismos sobrevivem dentro de uma faixa de amplitude térmica, não existindo condições de sobrevivência em temperaturas acima ou abaixo desta faixa. Algumas espécies possuem uma maior amplitude térmica de sobrevivência, enquanto algumas outras só sobrevivem dentro de um limite muito estreito de temperatura. Alguns organismos, quando as temperaturas ambientais se afastam de sua faixa ótima de amplitude, desenvolvem comportamentos e adaptações que lhe garantem a sobrevivência neste período. Assim, algumas espécies reduzem seu metabolismo a um nível mais basal, reduzindo suas atividades a valores mínimos e ficando num estado de latência, enquanto outros podem migram para regiões com temperaturas mais favoráveis. É possível observar em alguns animais características próprias de adaptação às diferentes temperaturas, como por exemplo, os que apresentam pelagem longa e camadas mais espessas de gordura, para suportar regiões muito frias. Existem também, inclusive, algumas espécies de plantas que, com as mudanças de estações ao longo do ano, alteram seu aspecto. Com as mudanças bruscas de temperatura, fugindo dos limiares ideais pra cada espécie, os organismos podem vir à morte, e algumas espécies até a extinção, uma vez que não conseguem se adaptar a determinadas mudanças rápidas e intensas.


Portanto, a condição ideal de temperatura varia de organismos para organismos, e em geral está dentro de um limiar de tolerância. Algumas espécies possuem um maior limiar de tolerância a temperaturas, enquanto outras toleram apenas uma faixa estreita de variação. Essa faixa de temperatura tem relação com características morfológicas e fisiológicas de cada organismo, que se adapta conforme as condições do ambiente no qual está inserido. O fator temperatura é considerado fator limitante para uma determinada espécie quando está muito fora desse limiar aceitável.

User badge image

Priscila

Há mais de um mês

Você se refere às espécies ou as próprias temperaturas. 

Eu diria que não há a que melhor se enquadra, pois isso varia de espécie para espécie. Cada espécie possui seu fator limitante e suas particularidades. Mas ao analisar biogeograficamente a distribuição da fauna e flora do planeta Terra eu diria que as temperaturas que estão favorenedo a premanência de todos esses táxons que ali se incluem são as temperaturas tropicais e equatoriais. 

Mas , na biologia isso é a regra de tantas outras excessões. 

Espero ter ajudado. 

Att,

User badge image

Alanis

Há mais de um mês

Nao entendi a dúvida

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Fator limitante é qualquer elemento na natureza, incluindo recurso alimentar condições, ou fatores que comprometa o crescimento de uma ou mais espécies.


Sabemos que fatores físicos do ambiente, como temperatura, podem alterar a eficiência com que cada espécie aloca suas energias, para a manutenção de suas funções vitais. O fator temperatura é muito importante nos ecossistemas, uma vez que cada espécie possui um limite de temperatura para sua sobrevivência. Em geral, os organismos sobrevivem dentro de uma faixa de amplitude térmica, não existindo condições de sobrevivência em temperaturas acima ou abaixo desta faixa. Algumas espécies possuem uma maior amplitude térmica de sobrevivência, enquanto algumas outras só sobrevivem dentro de um limite muito estreito de temperatura. Alguns organismos, quando as temperaturas ambientais se afastam de sua faixa ótima de amplitude, desenvolvem comportamentos e adaptações que lhe garantem a sobrevivência neste período. Assim, algumas espécies reduzem seu metabolismo a um nível mais basal, reduzindo suas atividades a valores mínimos e ficando num estado de latência, enquanto outros podem migram para regiões com temperaturas mais favoráveis. É possível observar em alguns animais características próprias de adaptação às diferentes temperaturas, como por exemplo, os que apresentam pelagem longa e camadas mais espessas de gordura, para suportar regiões muito frias. Existem também, inclusive, algumas espécies de plantas que, com as mudanças de estações ao longo do ano, alteram seu aspecto. Com as mudanças bruscas de temperatura, fugindo dos limiares ideais pra cada espécie, os organismos podem vir à morte, e algumas espécies até a extinção, uma vez que não conseguem se adaptar a determinadas mudanças rápidas e intensas.


Portanto, a condição ideal de temperatura varia de organismos para organismos, e em geral está dentro de um limiar de tolerância. Algumas espécies possuem um maior limiar de tolerância a temperaturas, enquanto outras toleram apenas uma faixa estreita de variação. Essa faixa de temperatura tem relação com características morfológicas e fisiológicas de cada organismo, que se adapta conforme as condições do ambiente no qual está inserido. O fator temperatura é considerado fator limitante para uma determinada espécie quando está muito fora desse limiar aceitável.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas