A maior rede de estudos do Brasil

Natureza de Feedback Negativo da Maioria dos Sistemas de Controle.

Alguém me explica o que este texto quer dizer??? Já li, reli e não entra na minha cabeça. :/

Vamos assumir que grande volume de sangue seja transfundido em pessoa cujo sistema de controle de pressão pelo barorreceptor não esteja funcionando, e a pressão arterial sobe do nível normal, de 100 mmHg, para 175 mmHg. Então, suponhamos que o mesmo volume de sangue seja injetado na mesma pessoa, quando o sistema barorreceptor estiver funcionando, e, desta vez, a pressão sobe por apenas 25 mmHg. Assim, o sistema de controle por feedback provocou “correção” de -50 mmHg — ou seja, de 175 mmHg para 125 mmHg. Permanece aumento de pressão de +25 mmHg, chamado de “erro”, o que significa que o sistema de controle não é 100% eficaz na prevenção da alteração. 

Portanto, no exemplo do sistema barorreceptor, a correção é de -50 mmHg e o erro remanescente é de +25 mmHg. Assim, o ganho do sistema barorreceptor de uma pessoa, para o controle da pressão arterial, é -50 divididos por +25, ou -2. Ou seja, distúrbio que aumenta ou diminui a pressão arterial o faz com apenas um terço da que ocorreria se esse sistema de controle não estivesse presente. 

 

 

????????????????????????????????????????????????????? Help-me!!!

Fisiologia Humana IUNIAN - NITERÓI

2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Sabemos que os barorreceptores são receptores especializados em captar o aumento da pressão arterial. Em outras palavras, são terminações nervosas que são ativadas quando há um estiramento das artérias provocadas pelo aumento da pressão arterial.


Á medida que a pressão sobe, sobe também a estimulação nos receptores de pressão. No entanto, há diferenças de estimulação nos receptores aórticos e carotídeos. Os receptores carotídeos somente são estimulados, geralmente, quando a pressão sistólica está acima de 170 mmHg. Já os receptores para pressão aórticos começam a responder quando a pressão sistólica está acima de 150 mmHg.


Os sinais provocados pelos barorreceptores carotídeos são transmitidos pelos nervos de Hering até os nervos glossofaríngeos situados na região cervical superior. De lá, os sinais chegam até o bulbo no tronco encefálico.


Já o arco ártico, os receptores de pressão transmitem sinais pelos nervos vagos para o para o bulbo.
onde estão localizadas os seus receptoresque ficam localizadas de forma abundante na parede interior da carótida interna, numa região conhecida da caem em todas as grandes artérias nas regiões cervical e torácica.

Fonte:

http://www.enfermagemesquematizada.com.br/regulacao-pressao-barorreceptores/

Sabemos que os barorreceptores são receptores especializados em captar o aumento da pressão arterial. Em outras palavras, são terminações nervosas que são ativadas quando há um estiramento das artérias provocadas pelo aumento da pressão arterial.


Á medida que a pressão sobe, sobe também a estimulação nos receptores de pressão. No entanto, há diferenças de estimulação nos receptores aórticos e carotídeos. Os receptores carotídeos somente são estimulados, geralmente, quando a pressão sistólica está acima de 170 mmHg. Já os receptores para pressão aórticos começam a responder quando a pressão sistólica está acima de 150 mmHg.


Os sinais provocados pelos barorreceptores carotídeos são transmitidos pelos nervos de Hering até os nervos glossofaríngeos situados na região cervical superior. De lá, os sinais chegam até o bulbo no tronco encefálico.


Já o arco ártico, os receptores de pressão transmitem sinais pelos nervos vagos para o para o bulbo.
onde estão localizadas os seus receptoresque ficam localizadas de forma abundante na parede interior da carótida interna, numa região conhecida da caem em todas as grandes artérias nas regiões cervical e torácica.

Fonte:

http://www.enfermagemesquematizada.com.br/regulacao-pressao-barorreceptores/

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas