A maior rede de estudos do Brasil

Para exodontia de um Terceiro molar Inferior. Descreva o uso da técnica Anestésica Direta, e qual Nervo ela não Anestesia sendo Necessário Outra


1 resposta(s)

User badge image

Pedro Carvalho

Há mais de um mês

O primeiro passo para realização da ténica direta para o bloqueio do n. alveolar inferior é a palpação digital com o dedo indicador da porção ascedente do ramo mandibular, na altura da oclusal dos dentes inferiores (no caso de realizar-se do lado direito do paciente; para anestesiar o n. A.Inferior do lado esquerdo deve ser utilizado o polegar). após identifcada esta estrututra anatômica posiciona-se a seringa carpule, devidamente montada com agulha gengival curta ou longa (preferencialmente curta) perpedicular a um plano vertical na altura dos pré molares inferiores do lado oposto ao que se deseja anestesiar, realizando a punção 2 a 3mm posterior a região que foi palpada, objetivando infiltrar anestesico na altura da língula ou espinha de Spix. De se recordar que a técnica direta não anestesia o n. bucal que está localizado anteriormente as ramificaçõe lingual e alveolar inferior do ramo mandibular do trigêmio.

O primeiro passo para realização da ténica direta para o bloqueio do n. alveolar inferior é a palpação digital com o dedo indicador da porção ascedente do ramo mandibular, na altura da oclusal dos dentes inferiores (no caso de realizar-se do lado direito do paciente; para anestesiar o n. A.Inferior do lado esquerdo deve ser utilizado o polegar). após identifcada esta estrututra anatômica posiciona-se a seringa carpule, devidamente montada com agulha gengival curta ou longa (preferencialmente curta) perpedicular a um plano vertical na altura dos pré molares inferiores do lado oposto ao que se deseja anestesiar, realizando a punção 2 a 3mm posterior a região que foi palpada, objetivando infiltrar anestesico na altura da língula ou espinha de Spix. De se recordar que a técnica direta não anestesia o n. bucal que está localizado anteriormente as ramificaçõe lingual e alveolar inferior do ramo mandibular do trigêmio.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes