A maior rede de estudos do Brasil

Somente os bens moveis corpóreos são negociáveis?

Somente os bens moveis corpóreos são negociáveis?


3 resposta(s)

User badge image

Everaldo Brizola Batista

Há mais de um mês

 corpóreos: que tem existência material .

 incorpóreos: são direitos que a pessoa física ou jurídica tem sobre as coisas.

Portanto , tanto corpóreos como incorpóreos, são negociáveis. ESPERO TER AJUDADO! Abraço,  querida colega!!!

 corpóreos: que tem existência material .

 incorpóreos: são direitos que a pessoa física ou jurídica tem sobre as coisas.

Portanto , tanto corpóreos como incorpóreos, são negociáveis. ESPERO TER AJUDADO! Abraço,  querida colega!!!

User badge image

Wéslei Ribeiro

Há mais de um mês

Pesquisando pela internet, encontrei este site que define muito bem sua pergunta.

Link

http://www.loveira.adv.br/material/bens.htm

 

Espero ter ajudado!

 

CLASSIFICAÇÃO

           

Os bens se classificam em:

  • Corpóreos : Ex.: Uma mesa, são bens físicos;

  • Incorpóreos: Ex.: um direito, são bens abstratos;

  • Móveis: os que podem ser transportados, exemplo: uma cadeira;

  • Imóveis: os que não podem ser transportados sem alteração de sua substância;  

  • Fungíveis: os que podem ser substituídos por outros da mesma espécie, qualidade e quantidade, ex.: cinco ovos, dois metros de tecido, um saco de feijão;  

  • Infungíveis: não podem ser substituídos, valendo pela individualidade exemplo: esta mesa, aquele quadro;  

  • Consumíveis: se destroem logo que vão sendo usados;

  • Inconsumíveis: de natureza durável, como um livro;  

  • Divisíveis: podem ser divididos, ex.: um terreno;  

  • Indivisíveis: não admite divisão, ex.: um relógio;  

  • Singulares: bens individualizados, ex.: um caderno;  

  • Coletivos: agregados num todo, ex.: biblioteca;  

  • Principais: Assim considerados em relação a outros considerados acessórios, ex.: a árvore em relação ao fruto;  

  • Acessórios: Que se consideram decorrentes de outros ( o fruto em relação à árvore);

  • Públicos: bens do domínio nacional, pertencentes à União, aos Estados e ao Município; 

  • Particulares: Os que pertencem as pessoas  naturais ou jurídicas de direito privado;

  • No comércio: bens negociáveis;  

  • Fora do comércio: insusceptíveis de apropriação, ex.: luz solar, ar atmosférico, bem como as coisas inalienáveis, por destinação ou por lei (bem de família voluntário ou  legal p/Lei 8009/90 e bens gravados por cláusula de inalienabilidade);

 

User badge image

Mateus Pontin

Há mais de um mês

Os bens corpóreos são coisas que têm existência material, como uma casa, um terreno, uma joia, um livro. Ou melhor, são o objeto do direito.

Os bens incorpóreos, não têm existência tangível são relativos aos direitos que as pessoas físicas ou jurídicas tem sobre as coisas, sobre os produtos de seu intelecto ou contra outra pessoa, apresentando valor econômico, tais como: os direitos reais, obrigacionais, autorais.

Em geral, os direitos reais têm por objeto bens corpóreos. Quanto à forma de transferência, estes são objeto de compra e venda, doação, permuta. A alienação de bens incorpóreos, todavia, faz-se pela cessão. Daí falar-se em cessão de crédito, cessão de direitos hereditários etc. Na cessão, faz-se abstração dos bens sobre os quais incidem os direitos que se transferem.

 

Fonte http://puranocaododireito.blogspot.com.br/2014/01/bens.html

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes