A maior rede de estudos do Brasil

Quais as principais diferenças entre banco de dados relacional e o nao relacional(NoSQL)?


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Bancos de dados relacionais como MySQL, PostgreSQL e SQLite3 representam e armazenam dados em tabelas e linhas. Eles são baseados em um ramo da teoria dos conjuntos algébricos conhecido como álgebra relacional.


Enquanto isso, bancos de dados não relacionais, como o MongoDB, representam dados em coleções de documentos JSON. O utilitário de importação Mongo pode importar formatos de arquivo JSON, CSV e TSV. Os alvos de consulta de dados do Mongo são tecnicamente representados como BSON (binary JASON).


Os bancos de dados relacionais usam SQL (Structured Querying Language), tornando-os uma boa opção para aplicativos que envolvem o gerenciamento de várias transações. A estrutura de um banco de dados relacional permite vincular informações de diferentes tabelas através do uso de chaves estrangeiras (ou índices), que são usadas para identificar exclusivamente qualquer parte atômica de dados nessa tabela. Outras tabelas podem se referir a essa chave estrangeira, de modo a criar um link entre seus dados e a peça apontada pela chave estrangeira. Isso é útil para aplicativos pesados ​​na análise de dados.

Bancos de dados relacionais como MySQL, PostgreSQL e SQLite3 representam e armazenam dados em tabelas e linhas. Eles são baseados em um ramo da teoria dos conjuntos algébricos conhecido como álgebra relacional.


Enquanto isso, bancos de dados não relacionais, como o MongoDB, representam dados em coleções de documentos JSON. O utilitário de importação Mongo pode importar formatos de arquivo JSON, CSV e TSV. Os alvos de consulta de dados do Mongo são tecnicamente representados como BSON (binary JASON).


Os bancos de dados relacionais usam SQL (Structured Querying Language), tornando-os uma boa opção para aplicativos que envolvem o gerenciamento de várias transações. A estrutura de um banco de dados relacional permite vincular informações de diferentes tabelas através do uso de chaves estrangeiras (ou índices), que são usadas para identificar exclusivamente qualquer parte atômica de dados nessa tabela. Outras tabelas podem se referir a essa chave estrangeira, de modo a criar um link entre seus dados e a peça apontada pela chave estrangeira. Isso é útil para aplicativos pesados ​​na análise de dados.

User badge image

skskskks sddsd

Há mais de um mês

Responder...

A diferença essencial entre as duas teconologia é que uma é baseada em esquema (Relacional) e a outra não (Não relacional).

Para trabalhar com um banco SQL (Relacional) a primeira coisa que voce precisa fazer é projetar a estrutura do banco, isto é, voce não consegue inserir um dado se não tiver previamente definido os "esquemas" das tabelas, enquanto que na tecnologia NoSQL (Não relacional). isto não é necessário.

Vamos a um exemplo: Vamos supor que voce quisesse guardar nomes e telefones de clientes em um banco de dados.

Em um banco relacional, a primeira coisa que precisariamos fazer seria definir o esquema das tabelas no banco (definir sua estrutura), como sabemos que um cliente pode ter mais de um telefone e que cada um pode ter quantidades diferentes de números de telefones, o ideal seria definirmos 2 tabelas: Uma pra o registro do codigo e o nome do cliente e outra para os registros de seus telefones:

Tabela Cliente (Tabcli):

id, Integer
Nome, Character, 50

Tabela Telefones (Tabtel):

id_cliente, integer
Fone, Character, 15
User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Bancos de dados relacionais como MySQL, PostgreSQL e SQLite3 representam e armazenam dados em tabelas e linhas. Eles são baseados em um ramo da teoria dos conjuntos algébricos conhecido como álgebra relacional.


Enquanto isso, bancos de dados não relacionais, como o MongoDB, representam dados em coleções de documentos JSON. O utilitário de importação Mongo pode importar formatos de arquivo JSON, CSV e TSV. Os alvos de consulta de dados do Mongo são tecnicamente representados como BSON (binary JASON).


Os bancos de dados relacionais usam SQL (Structured Querying Language), tornando-os uma boa opção para aplicativos que envolvem o gerenciamento de várias transações. A estrutura de um banco de dados relacional permite vincular informações de diferentes tabelas através do uso de chaves estrangeiras (ou índices), que são usadas para identificar exclusivamente qualquer parte atômica de dados nessa tabela. Outras tabelas podem se referir a essa chave estrangeira, de modo a criar um link entre seus dados e a peça apontada pela chave estrangeira. Isso é útil para aplicativos pesados ​​na análise de dados.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Bancos de dados relacionais como MySQL, PostgreSQL e SQLite3 representam e armazenam dados em tabelas e linhas. Eles são baseados em um ramo da teoria dos conjuntos algébricos conhecido como álgebra relacional.


Enquanto isso, bancos de dados não relacionais, como o MongoDB, representam dados em coleções de documentos JSON. O utilitário de importação Mongo pode importar formatos de arquivo JSON, CSV e TSV. Os alvos de consulta de dados do Mongo são tecnicamente representados como BSON (binary JASON).


Os bancos de dados relacionais usam SQL (Structured Querying Language), tornando-os uma boa opção para aplicativos que envolvem o gerenciamento de várias transações. A estrutura de um banco de dados relacional permite vincular informações de diferentes tabelas através do uso de chaves estrangeiras (ou índices), que são usadas para identificar exclusivamente qualquer parte atômica de dados nessa tabela. Outras tabelas podem se referir a essa chave estrangeira, de modo a criar um link entre seus dados e a peça apontada pela chave estrangeira. Isso é útil para aplicativos pesados ​​na análise de dados.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas