A maior rede de estudos do Brasil

Explique como funciona o processo de ovogênese.


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Nos ovários se acham agrupamentos celulares denominados folículos ovarianos de Graff. Dentro destes se encontram as células germinativas, que originam as gametas, e as células foliculares, responsáveis pela manutenção das células germinativas e pela produção dos hormônios sexuais femininos.

Em cada ciclo menstrual -período comprendido entre duas menstruações consecutivas e que dura 28 dias aproximadamente- só um folículo ovariano entra em maturação. Assim um gameta só torna-se maturo e é liberado no sistema reprodutor da mulher. Este processo de formação e maturação da gameta feminino é o que se denomina ovogênese. A ovogênese acontece em três etapas:

  1. Periodo germinativo: consiste na generação de ovogônias a partir da repetida divisão celular -mitose- das células germinativas. Nos fetos femininos humanos tal fase termina por volta do primeiro trimestre de vida. Quando a menina nasce já tem consigo uma quantidade aproximada de 400.000 folículos de Graff nos seus ovários.
  2. Periodo de crescimento: uma vez formadas, as ovogônias começam a primeira divisão da meiose, interrompida na prófase I. Se sucede o aumento do citoplasma e a acumulação de nutrientes. Tal depósito citoplasmático de de nutrientes se chama vitelo, e ele é responsável pela nutrição do embrião durante seu desenvolvimento. Uma vez crescem, as ovogônias se transformam em ovócitos primários ou ovócitos I. Esta etapa perdura nas mulheres até a puberdade.
  3. Periodo de maturação: esta fase inicia quando a menina alcança de 11 a 15 anos de idade. No fim da fase da divisão do ovocito I, se originam duas células: uma delas, o primeiro corpúsculo polar, que não recebe citoplasma e se desintegra -geralmente- sem iniciar a segunda divisão meiotica. A outra célula, rica em vitelio, se denomina ovócito II. Esta, na segunda divisão de meiose, gera o segundo corpúsculo polar, e o óvulo, gameta feminino, rico em vitelo. Dado que a divisão meiótica é desigual, o óvulo formado é bastante rico em substâncias nutritivas. A segunda divisão da meiose só acontece caso o gameta seja fecundado pelo espermatozoide.

Fontes:

  • https://www.sobiologia.com.br/conteudos/Citologia2/nucleo16.php
  • https://www.estudopratico.com.br/ovogenese-o-que-e-e-seus-periodos/

Nos ovários se acham agrupamentos celulares denominados folículos ovarianos de Graff. Dentro destes se encontram as células germinativas, que originam as gametas, e as células foliculares, responsáveis pela manutenção das células germinativas e pela produção dos hormônios sexuais femininos.

Em cada ciclo menstrual -período comprendido entre duas menstruações consecutivas e que dura 28 dias aproximadamente- só um folículo ovariano entra em maturação. Assim um gameta só torna-se maturo e é liberado no sistema reprodutor da mulher. Este processo de formação e maturação da gameta feminino é o que se denomina ovogênese. A ovogênese acontece em três etapas:

  1. Periodo germinativo: consiste na generação de ovogônias a partir da repetida divisão celular -mitose- das células germinativas. Nos fetos femininos humanos tal fase termina por volta do primeiro trimestre de vida. Quando a menina nasce já tem consigo uma quantidade aproximada de 400.000 folículos de Graff nos seus ovários.
  2. Periodo de crescimento: uma vez formadas, as ovogônias começam a primeira divisão da meiose, interrompida na prófase I. Se sucede o aumento do citoplasma e a acumulação de nutrientes. Tal depósito citoplasmático de de nutrientes se chama vitelo, e ele é responsável pela nutrição do embrião durante seu desenvolvimento. Uma vez crescem, as ovogônias se transformam em ovócitos primários ou ovócitos I. Esta etapa perdura nas mulheres até a puberdade.
  3. Periodo de maturação: esta fase inicia quando a menina alcança de 11 a 15 anos de idade. No fim da fase da divisão do ovocito I, se originam duas células: uma delas, o primeiro corpúsculo polar, que não recebe citoplasma e se desintegra -geralmente- sem iniciar a segunda divisão meiotica. A outra célula, rica em vitelio, se denomina ovócito II. Esta, na segunda divisão de meiose, gera o segundo corpúsculo polar, e o óvulo, gameta feminino, rico em vitelo. Dado que a divisão meiótica é desigual, o óvulo formado é bastante rico em substâncias nutritivas. A segunda divisão da meiose só acontece caso o gameta seja fecundado pelo espermatozoide.

Fontes:

  • https://www.sobiologia.com.br/conteudos/Citologia2/nucleo16.php
  • https://www.estudopratico.com.br/ovogenese-o-que-e-e-seus-periodos/
User badge image

Thaiany Domingues

Há mais de um mês

Corresponde a formação das gônadas sexuais femininas e posterior gametas. O início da diferenciação no embrião se dá ainda na quarta semana, onde células primordiais migram para a parte cefálica e caudal resultante das dobras no saco vitelínico. Existem uma sequência de genes que indicam que aquele embrião deverá ser uma menina, e que se inicie o processo de formação e diferenciação, (WTN inibe SRY, que inibe SOX-9 e TDF), indicando a ausência de um Y nos cromossomos sexuais e formando assim uma menina. na extremidade caudal e cefálica do saco vitelínico serão formados os ovários dessa menina 46n+XX, com presença de epitélio, tecido conjuntivo e afins. É ainda na fase embrionária que se forma o folículo primordial e primário, onde fica suspenso em prófase I no diplóteno I, evitando um desgaste e maturação da criança logo ao nascer. Na 12ª semana, já é possivel distinguir a genitália e afirmar ser uma menina. Na puberdade, o fator que sustenta a prófase I é suspenso e continua a formação dos folículos e ovócitos, partindo para menstruações ou fertilizações.

Folículo primordial, primário, secundário, terciário ou de Graaf e folículo artrésico.

áreas importantes: zona pelúcida,corpo polar, ovócito I ou II.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas