A maior rede de estudos do Brasil

O que é evicção?

Conceito e requisitos.

Direito Civil II

Humanas / Sociais


5 resposta(s)

User badge image

Nathan

Há mais de um mês

Evicção é uma perda, que pode ser parcial ou total, de um bem por motivo de decisão judicial ou ato administrativo (art. 447 do Código Civil) que se relacione a causa preexistente ao contrato.

Um exemplo é a venda de um automóvel pela pessoa A a uma pessoa B, sendo que posteriormente se verifica que na verdade o automóvel pertence à uma pessoa C. A pessoa B pode sofrer evicção e ser obrigada por sentença judicial a restituir o automóvel a pessoa C. A pessoa B tem direito a indenização, pela pessoa A, pelo prejuízo sofrido com a evicção.

Na evicção, as partes são:

A) alienante: responde pelos riscos da evicção;

B) evicto: adquirente do bem em evicção;

C) evictor: terceiro que reivindica o bem.

Salvo estipulação em contrário, o evicto tem direito a restituição integral do preço ou quantias pagas além de indenização dos frutos que foi obrigado a restituir; indenização de despesas com contratos e prejuízos relacionados à evicção; e indenização de custas judiciais e honorários do advogado por ele constituído.

São requisitos da evicção:

  • a onerosidade na aquisição da coisa;
  • a perda total ou parcial da propriedade, posse ou uso da coisa alienada;
  • a ignorância por parte do adquirente da litigiosidade da coisa;
  • o direito do evictor anterior à alienação;
  • a denunciação da lide ao alienante.

Cabe ressaltar que, a ignorância do evicto (adquirente) face ao direito do evictor, além de onerosidade do negócio são fundamentais para caracterização de evicção.

Verificada a evicção sobre o bem dado em pagamento, ressurge a obrigação que havia sido extinta com todos os seus acessórios, exceto o fiador que continua liberado, conforme art. 838 doCódigo Civil Brasileiro.

ta um like dpois aew

Evicção é uma perda, que pode ser parcial ou total, de um bem por motivo de decisão judicial ou ato administrativo (art. 447 do Código Civil) que se relacione a causa preexistente ao contrato.

Um exemplo é a venda de um automóvel pela pessoa A a uma pessoa B, sendo que posteriormente se verifica que na verdade o automóvel pertence à uma pessoa C. A pessoa B pode sofrer evicção e ser obrigada por sentença judicial a restituir o automóvel a pessoa C. A pessoa B tem direito a indenização, pela pessoa A, pelo prejuízo sofrido com a evicção.

Na evicção, as partes são:

A) alienante: responde pelos riscos da evicção;

B) evicto: adquirente do bem em evicção;

C) evictor: terceiro que reivindica o bem.

Salvo estipulação em contrário, o evicto tem direito a restituição integral do preço ou quantias pagas além de indenização dos frutos que foi obrigado a restituir; indenização de despesas com contratos e prejuízos relacionados à evicção; e indenização de custas judiciais e honorários do advogado por ele constituído.

São requisitos da evicção:

  • a onerosidade na aquisição da coisa;
  • a perda total ou parcial da propriedade, posse ou uso da coisa alienada;
  • a ignorância por parte do adquirente da litigiosidade da coisa;
  • o direito do evictor anterior à alienação;
  • a denunciação da lide ao alienante.

Cabe ressaltar que, a ignorância do evicto (adquirente) face ao direito do evictor, além de onerosidade do negócio são fundamentais para caracterização de evicção.

Verificada a evicção sobre o bem dado em pagamento, ressurge a obrigação que havia sido extinta com todos os seus acessórios, exceto o fiador que continua liberado, conforme art. 838 doCódigo Civil Brasileiro.

ta um like dpois aew

User badge image

Marcus Tribuzi

Há mais de um mês

Cara, de forma simples é um instituto do Direito Civil que e está relacionado ao direito de propriedade. Somente pode ser objeto de alienação (venda) bem que seja legitimamente propriedade do alienante. A evicção consiste na obrigação que o alienante ou cedente tem de indenizar o comprador caso o bem negociado esteja em propriedade de terceiro. Ou seja, esse instituto garante que se alguém vende o que não é seu deve indenizar o adquirente, bem com o legítimo proprietário tem direito de recuperar o imóvel.

 

User badge image

Aloisio da Rosa

Há mais de um mês

Evicção é a perda total ou parcial de um bem adquirido em favor de um terceiro, que tem direito anterior, por decisão judicial, relacionada a causas de um contrato. Para ficar mais claro, um exemplo é quando alguém vende algo para um indivíduo e descobre-se que o produto não pertencia a pessoa que vendeu e sim a uma terceira, ou seja, é a venda de que produto que não lhe pertence.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes