A maior rede de estudos do Brasil

Como calcular o equilíbrio competitivo e o equilíbrio eficiente?

Suponha que uma indústria química lança uma substancia tóxica no ar. Economistas estimaram os seguintes custos e benefícios marginais para o mercado químico, em que Q é a produção mensal em milhares de quilos e P é o preço por quilo.
BMS = 50 – 0,4Q CMS = 2 + 0,4Q
BME = 0 CME = 0,2Q
a) Encontre o equilíbrio competitivo, Qc e Pc, e o equilíbrio eficiente, Qe e Pe
b) Encontre um valor monetário da cobrança de encargos sobre o produto que alcançaria uma solução eficiente.


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para encontrar o equilíbrio competitivo devemos igualar o Benefício Marginal (BMS) e o Custo Marginal (CMS) para encontrar a quantidade Qc. Para encontrar o preço Pc devemos igualar o preço com o Custo Marginal

BMS = CMS 50 – 0,4Q = 2 + 0,4Q 48 = 0,8Q Qc = 60

P = CMS P = 2 + 0,4*60 Pc = 26

Para encontrar o equilíbrio eficiente devemos fazer o mesmo procedimento, porém nesse caso somamos os custos e benefícios marginais

BMS+BME = CMS+CME 50 – 0,4Q + 0 = 2 + 0,4Q + 0,2Q Qe = 48

P = CMS + CME = 2+0,4*48 + 0,2*48 = Pe = 30,8

Cobrança de encargos (t) sobre o produto para alcançar a solução eficiente se dá pela maximização do produto menos o custo total acrescido do encargo (t)

Para encontrar o equilíbrio competitivo devemos igualar o Benefício Marginal (BMS) e o Custo Marginal (CMS) para encontrar a quantidade Qc. Para encontrar o preço Pc devemos igualar o preço com o Custo Marginal

BMS = CMS 50 – 0,4Q = 2 + 0,4Q 48 = 0,8Q Qc = 60

P = CMS P = 2 + 0,4*60 Pc = 26

Para encontrar o equilíbrio eficiente devemos fazer o mesmo procedimento, porém nesse caso somamos os custos e benefícios marginais

BMS+BME = CMS+CME 50 – 0,4Q + 0 = 2 + 0,4Q + 0,2Q Qe = 48

P = CMS + CME = 2+0,4*48 + 0,2*48 = Pe = 30,8

Cobrança de encargos (t) sobre o produto para alcançar a solução eficiente se dá pela maximização do produto menos o custo total acrescido do encargo (t)

User badge image

Renato

Há mais de um mês

Olá, acredito que esta questão se resolva da seguinte maneira?

1) encontrar o equilíbrio competitivo: no caso acima devemos igualar o BMS ao CMP, já que se trata de se trata de um caso de possiveis encargos sobre a produção na forma de taxa por unidade, assim:

50 - 0,4Q = 2 + 0,2Q    -> (CMS = CMP + CME)

Q = 80 no equilibrio competitivo

P = 2 + 0,2(80) = 18 $

2) no equilibrio eficiente, mesmo em caso de subsídio BMS = CMS

assim:

50 - 0,4Q = 2 + 0,4Q

Q = 60 no equilibrio eficiente.

P = 2 + 0,4(60) = 26 $

 

b) CME = 0,2(60) = 12$

 

 

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Para encontrar o equilíbrio competitivo devemos igualar o Benefício Marginal (BMS) e o Custo Marginal (CMS) para encontrar a quantidade Qc. Para encontrar o preço Pc devemos igualar o preço com o Custo Marginal

BMS = CMS 50 – 0,4Q = 2 + 0,4Q 48 = 0,8Q Qc = 60

P = CMS P = 2 + 0,4*60 Pc = 26

Para encontrar o equilíbrio eficiente devemos fazer o mesmo procedimento, porém nesse caso somamos os custos e benefícios marginais

BMS+BME = CMS+CME 50 – 0,4Q + 0 = 2 + 0,4Q + 0,2Q Qe = 48

P = CMS + CME = 2+0,4*48 + 0,2*48 = Pe = 30,8

Cobrança de encargos (t) sobre o produto para alcançar a solução eficiente se dá pela maximização do produto menos o custo total acrescido do encargo (t)

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Para encontrar o equilíbrio competitivo devemos igualar o Benefício Marginal (BMS) e o Custo Marginal (CMS) para encontrar a quantidade Qc. Para encontrar o preço Pc devemos igualar o preço com o Custo Marginal

BMS = CMS 50 – 0,4Q = 2 + 0,4Q 48 = 0,8Q Qc = 60

P = CMS P = 2 + 0,4*60 Pc = 26

Para encontrar o equilíbrio eficiente devemos fazer o mesmo procedimento, porém nesse caso somamos os custos e benefícios marginais

BMS+BME = CMS+CME 50 – 0,4Q + 0 = 2 + 0,4Q + 0,2Q Qe = 48

P = CMS + CME = 2+0,4*48 + 0,2*48 = Pe = 30,8

Cobrança de encargos (t) sobre o produto para alcançar a solução eficiente se dá pela maximização do produto menos o custo total acrescido do encargo (t)

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas