A maior rede de estudos do Brasil

JOÃO, Deputado Federal, eleito pelo PCdoB, pelo Estado de São Paulo, enviou uma carta ao Presidente dos Estados Unidos contendo uma substância que

CONTINUAÇÃO...

JOÃO, Deputado Federal, eleito pelo PCdoB, pelo Estado de São Paulo, enviou uma carta ao Presidente dos Estados Unidos contendo uma substância que se inalada lhe provocaria a morte. Seguranas da Casa Brnca impediram que a correspondência fosse aberta, evitando que o resultado morte se produzisse naquele país. Nessa hipótese é possível a aplicação da lei penal brasileira? Caso haja condenação naquele país e no Brasil como deve proceder o magistrado na aplicação da pena?

Direito Penal I

FIAETPP


1 resposta(s)

User badge image

Igor Truzzi

Há mais de um mês

Pelo artigo 6° seria sim aplicavel a lei penal brasileira, uma vez que o mesmo considera local do crime como sendo o local da ação, omissão ou resultado.

Se bem me lembro, como não houve o resultado (morte) nos EUA, este não poderá processar o agente infrator. Mas isso dependeria das leis de lá, podendo na priori ser o agente acusado e punido por tentativa de homicídio. Caso ele fosse julgado nos dois países valheria o princípio (conceito) da Soberania Nacional, respeitando o local da ação ou omissão, uma vez que não houve resultado.

Espero ter ajudado! 

Pelo artigo 6° seria sim aplicavel a lei penal brasileira, uma vez que o mesmo considera local do crime como sendo o local da ação, omissão ou resultado.

Se bem me lembro, como não houve o resultado (morte) nos EUA, este não poderá processar o agente infrator. Mas isso dependeria das leis de lá, podendo na priori ser o agente acusado e punido por tentativa de homicídio. Caso ele fosse julgado nos dois países valheria o princípio (conceito) da Soberania Nacional, respeitando o local da ação ou omissão, uma vez que não houve resultado.

Espero ter ajudado! 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes