Buscar

Alguém tem o resumo de SER SOCIAL - FUNDAMENTOS HISTÓRICOS, TEÓRICOS E METODOLÓGICOS DO SERVIÇO SOCIAL III -

💡 2 Respostas

User badge image

Márcio Damasceno

MÉTODO B.H. A intenção de ruptura com o Serviço Social tradicional teve como marco principal a Escola de Serviço Social da Universidade Católica de Minas Gerais, responsável pela formulação do Método Belo Horizonte, mais conhecido como BH. Esse movimento propiciou, contudo, posicionamentos ideológicos e políticos que continham uma natureza crítica e/ou contestadora em relação à ordem burguesa, conquistando, assim, legitimidade para se expressarem abertamente. Significa uma ruptura com os métodos positivista inspiradores do serviço Social tradicional e propõe uma intervenção profissional com bases epistemológicas na Lógica Dialética. Adotando uma concepção histórica e crítica a sociedade, o método pretende ser “um conjunto de procedimentos interligados e interdependentes que fundamentados em uma teoria científica de análise da realidade, permitirá orientar as investigações e experimentações profissionais” (UCMG, 1976:115). Ele se caracteriza por um processo de aproximações sucessivas da realidade, realimentado teoricamente por movimentos contínuos da análise e síntese, composição e fusão, indução e dedução.

O CONGRESSO DA VIRADA DE 1979 O Congresso da Virada é chamado assim, pois no ano de 1979 ocorreu o III Congresso Brasileiro de Assistentes Sociais realizado nos dias 23 a 28 de setembro, promovido pelo Conselho Federal de Assistentes Sociais – CFAS, conhecido hoje como CFESS em São Paulo. O objetivo primordial do congresso não era muito favorável ao que os profissionais que ali estavam propuseram. Pois o objetivo do Congresso era que fosse discutida apenas a Política Social aos olhos do Serviço Social de então e não que nesse mesmo congresso os Assistentes Sociais se rebelassem, o que demarcou a sua importância, contra suas próprias organizações, cuja mesma era conservadora e atendia apenas aos interesses das classes dominantes.

ATIVIDADE: Apresentem o que o Congresso da Virada, que aconteceu em 1979, representou na história do Serviço Social brasileiro? Resp.: O Congresso da Virada representa um marco na história da reconceituação do Serviço Social no Brasil, pois um grupo de assistentes sociais durante o III Congresso Brasileiro de Assistentes Sociais se organizaram na luta pela ruptura com o conservadorismo na profissão e declararam sua opção pela defesa da classe trabalhadora e de forma audaciosa mudaram os rumos do congresso e historicamente também os rumos da profissão.

QUESTÃO SOCIAL - Objeto de intervenção profissional A Questão Social é expressão das desigualdades sociais constitutivas do capitalismo. Suas diversas manifestações são indissociáveis das relações entre as classes sociais que estruturam esse sistema e nesse sentido a Questão Social se expressa também na resistência e na disputa política. (YAZBEK)

É desenvolvimento da classe operária e de seu ingresso no cenário político da sociedade, exigindo seu reconhecimento como classe por parte do empresariado e do Estado. É a manifestação, no cotidiano da vida social, da contradição entre o proletariado e a burguesia, a qual passa a exigir outros tipos de intervenção mais além da caridade e repressão. (IAMAMOTO)

AULA 02

C.F/88 - ART. 6º São direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o transporte, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta Constituição.

ATIVIDADE: Relacione como os Direitos Sociais, previstos no artigo 6 da CF/1988 incidem na profissão de assistente social.

Resp.: POLO CRATEÚS – Onde há possibilidades de violação de direitos, existe a possibilidade de intervenção profissional do assistente social. A falta de acesso a qualquer um dos direitos sociais previsto no artigo 6º da C.F/88 reflete nas expressões da questão social, objeto de trabalho do Serviço Social.

DÉCADA DE 90 – CARACTERÍSTICAS -Contexto Neoliberal -Efeitos da Globalização da economia; -Reestruturação produtiva; -Pregação anti-social; -Desregulamentação das funções sociais do Estado; -Privatizações das Empresas estatais. NEOLIBERALISMO – Pensamento Neoliberal A estabilidade monetária deveria ser a meta suprema de qualquer governo. Para isso seria necessária uma disciplina orçamentária, com a contenção dos gastos com bem-estar, e a restauração da taxa “natural” de desemprego, ou seja, a criação de um exército de reserva de trabalho para quebrar os sindicatos. (ANDERSON, 1995). O Neoliberalismo acarreta no aprofundamento das desigualdades; Agravamento da Questão Social”: aumento das taxas de desemprego; subemprego; precarização das condições de trabalho; Fome...

ATIVIDADE: Explique como a ideologia neoliberal afetou as conquistas sociais da CF/1988 na década de 1990?

Resp.: Na contramão do processo de redemocratização do Brasil e das conquistas previstas na C.F./88, o projeto neoliberal desregula as funções sociais da nação, minimizando o poder do estado e potencializando o mercado.

RESUMO (80-90) - Reconhecimento dos Direitos Sociais na CF/1988; - Adensamento do Neoliberalismo; - Agravamento da “Questão Social”; - Estado omisso em efetivar as Políticas Sociais; - Predomínio do “Terceiro Setor” na condução da política pública – “Pilantropia” – “Solidarismo”.

AULA 03 ATIVIDADE: Explique a relação dos conceitos “Questão Social”, Política Social e Trabalho. Resp.: O assistente social atua diretamente na contradição entre capital e trabalho, sendo que a questão social é objeto de intervenção deste profissional que luta para ameninar os efeitos das expressões da questão social. Para suprir essas demandas, necessita-se de formulação e implementação de politicas sociais nas quais o assistente social estará atuando para viabilizar o acesso a tais políticas.

IDEÁRIO MARXISTA Esse avanço foi resultado da incorporação da teoria social de Marx na análise das transformações que foram tomando direcionamento social, econômico, político, etc. Com isso a profissão demandou repensar suas estratégias na sua atuação diante dessas transformações societárias, que afetam principalmente a classe trabalhadora. O amadurecimento teóricometodológico do Serviço Social deu-se a partir do período pós- ditadura e foi fortalecido na década de 1970 com o movimento de reconceituação na intenção de ruptura com o conservadorismo.

O Marxismo permitiu a apreensão da realidade e o rompimento com a visão endógena da profissão (fatalista e messiânica).

PRINCIPAIS TESES

Tese das Relações Sociais – Significado Social da Profissão - Iamamoto Um conceito fundamental para a compreensão da profissão na sociedade capitalista é o conceito de reprodução social, onde a reprodução das relações sociais é a reprodução de determinado modo de vida, do cotidiano, de valores, de práticas culturais e políticas e do modo como se produzem as ideias nessa sociedade. “A possibilidade de imprimir uma direção social ao exercício – como refrações no seu conteúdo e no modo de operá-lo – decorre da relativa autonomia que dispõe o assistente social, respaldada juridicamente na regulamentação da profissão, na formação universitária especializada e no código de ética.” (IAMAMOTO, 2014, p. 254-55)

Tese do sincretismo e da prática indiferenciada – José Paulo Netto Natureza socioprofissional “medularmente sincrética” com a reunião/fusão de diferentes doutrinas (positivismo; funcionalismo; neotomismo; desenvolvimentismo; fenomenologia). Isso se dá por conta da Ausência de referencial teórico-crítico. Sincretismo é a fusão de diferentes doutrinas para a formação de uma nova, seja de caráter filosófico, cultural ou religioso. O sincretismo mantém características típicas de todas as suas doutrinas-base, sejam rituais, superstições, processos, ideologias e etc.

Tese da identidade alienada – Maria Lúcia Martinelli Sua hipótese é que a ausência de identidade profissional fragiliza a consciência social da categoria profissional, determinando um percurso alienado, alienante e alienador da prática profissional, impedindo a categoria de ingressar no universo da consciência em si e para si do movimento operário, ou seja, assumir coletivamente o sentido histórico da profissão.

Tese da Correlação de Força - Vicente de Paula Faleiros Seu traço distintivo é a preocupação com as relações de poder, que se desborda em uma importante e pioneira contribuição na temática da política social, considerado o campo em que se situa a profissão. É por meio da questão do poder que se pode encaminhar a análise da prática do Serviço Social. O eixo central de sua abordagem é a relação do Serviço Social com a política, introduzindo as noções gramscianas de “hegemonia” e “intelectual” no Serviço Social brasileiro.

AULA 04 PROJETO ÉTICO POLÍTICO Foi construído no contexto histórico de transição dos anos 1970 aos 1980, num processo de redemocratização da sociedade brasileira, recusando o conservadorismo profissional presente no Serviço Social brasileiro. Constata-se o seu amadurecimento na década de 1990, período de profundas transformações societárias que afetam a produção, a economia, a política, o Estado, a cultura, o trabalho, marcadas pelo modelo de acumulação flexível e pelo neoliberalismo.

COMPONENTES QUE MATERIALIZAM O PROJETO ÉTICO-POLÍTICO Dimensão da produção de conhecimento no interior do Serviço Social: é a esfera da sistematização das modalidades práticas da profissão, onde se apresentam os processos reflexivos do fazer profissional e apresenta a liberdade como valor central.

Dimensão político-organizativo da profissão: fóruns de deliberação e as entidades representativas ( conjunto CFESS/CRESS, ABEPSS e as demais associações políticoprofissionais, movimento estudantil representado pelo conjunto dos CA’s e DA’s e pela ENESSO). É aqui que são tecidos os traços gerais do projeto, quando são reafirmados (ou não) determinados compromissos e princípios. Dimensão jurídico-política da profissão: aparato político-jurídico estritamente profissional (Código de Ética Profissional e a Lei de Regulamentação da Profissão – Lei 8.662/93 e as novas Diretrizes Curriculares do MEC; aparato jurídico-político de caráter mais abrangente (conjunto das leis advindas do capítulo da Ordem Social da Constituição Federal de 1988). ATIVIDADE: Como os componentes do PEP se relacionam? Resp.: Os componentes do PEP se relacionam de forma harmônica e dependentes entre si, pois o profissional precisa apropriar-se das diretrizes curriculares durante sua vida acadêmica (que é constante) para que se tenha a fundamentação teórica necessária para colocar em prática o que preconiza o código de ética profissional. LEI DE REGULAENTAÇÃO – ART 4º e 5º. PRINCIPIOS FUNDAMENTAIS – CÓDIGO DE ÉTICA

7
Dislike0
User badge image

Maria Santos

ó serviço social pode ser considerado como
0
Dislike0

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis


✏️ Responder

SetasNegritoItálicoSublinhadoTachadoCitaçãoCódigoLista numeradaLista com marcadoresSubscritoSobrescritoDiminuir recuoAumentar recuoCor da fonteCor de fundoAlinhamentoLimparInserir linkImagemFórmula

Para escrever sua resposta aqui, entre ou crie uma conta.

User badge image

Perguntas relacionadas

Materiais relacionados

Materiais recentes