A maior rede de estudos do Brasil

Quem são os legalmente impedidos de exercer a atividade empresarial? Quais as consequências da desobediência?

A quem é vedado exercer a atividade empresarial e o que acontece se exerce-la. 


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Paduan Seta Advocacia Verified user icon

Há mais de um mês

Conforme leitura do art. 972 do Código Civil de 2002, os impedidos do exercício da atividade empresarial são aqueles que não gozam de suas capacidades civis e os tidos como legalmente incapaz.

O art. 973 do CC/02 afirma que, caso uma pessoal legalmente impedida de execer atividade empresarial a faça, responderá pela obrigações contraídas.

Conforme leitura do art. 972 do Código Civil de 2002, os impedidos do exercício da atividade empresarial são aqueles que não gozam de suas capacidades civis e os tidos como legalmente incapaz.

O art. 973 do CC/02 afirma que, caso uma pessoal legalmente impedida de execer atividade empresarial a faça, responderá pela obrigações contraídas.

User badge image

nathalia

Há mais de um mês

Os principais impedidos de exercer a atividade empresarial são os falidos, porém, basta a declaração de extinção das obrigações para considerar-se reabilitado. Se houve crime falimentar, deverá após o decurso do prazo legal, obter a declaração de extinção das obrigações e a sua reabilitação penal. Também são impedidos os funcionários públicos, para que eles não se preocupem com assuntos alheios aos pertinentes ao seu cargo ou função pública. Os devedores do INSS também não poderão exercer a atividade empresarial (Lei n. 8.212/91, art. 95, §2°, d). Deputados e Senadores também não podem ser empresários de empresas que gozem de contrato com o governo.  Aqueles que foram condenados pela pratica de crime que vede o acesso à atividade empresarial (art. 35, II, da LRE), também não poderão exercer a atividade empresarial, até que concedida a reabilitação penal.
     As conseqüências do exercício pelo impedido, está sujeito a conseqüências de caráter administrativo ou penal. O impedido não poderá alegar a proibição do exercício da atividade, ou seja, ele responde pessoalmente pelas obrigações assumidas.
     Os impedimentos não se transmitem a parentes. Em regra, os impedidos não podem ser empresários individuais, administradores ou gerentes, mas podem ser sócios.
     O empresário casado poderá constituir sociedade com seu cônjuge, exceto se for casado com comunhão universal de bens ou separação obrigatória de bens. Pacto antenupcial, reconciliação e separação devem ser averbados no registro de empresa. O empresário não precisa da outorga conjugal para alienar ou gravar bens imóveis da empresa.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas