A maior rede de estudos do Brasil

Qual a relação entre força, poder e legitimidade

Quero saber há relação entre elas , ou se não existe.


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Devemos aplicar nossos conhecimentos em Direito para responder a questão.


Força, poder e legitimidade estão profundamente conectados. Quando falamos em poder, entendemos que é a capacidade de agir e mandar. Quem manda pode-se utilizar ou da legitimidade, ou da força para ser obedecido. O poder legitimo é consensual. É atribuído a algum órgão ou individuo a tarefa de mandar baseado em um consenso de que o bem comum será atingido. Nesse caso, a força não precisa ser empregada.


O poder não legitimo geralmente está fundado na força e é utilizada como medida coercitiva. O poder fundado na força se torna perigoso, a medida em que para substitui-lo, basta que uma força maior tome o poder.

Devemos aplicar nossos conhecimentos em Direito para responder a questão.


Força, poder e legitimidade estão profundamente conectados. Quando falamos em poder, entendemos que é a capacidade de agir e mandar. Quem manda pode-se utilizar ou da legitimidade, ou da força para ser obedecido. O poder legitimo é consensual. É atribuído a algum órgão ou individuo a tarefa de mandar baseado em um consenso de que o bem comum será atingido. Nesse caso, a força não precisa ser empregada.


O poder não legitimo geralmente está fundado na força e é utilizada como medida coercitiva. O poder fundado na força se torna perigoso, a medida em que para substitui-lo, basta que uma força maior tome o poder.

User badge image

Leonardo

Há mais de um mês

Creio que não existe uma certa relação entre os três, porém um se encaixa no outro.

User badge image

Lyra

Há mais de um mês

particulamente entendo que o poder legítimo dispensará o uso da força. Alicerçado nas ideias de Foucalt e Carl Schimit, peço venia para usar uma metáfora...o poder e a legitimidade são um casal de dançarinos, ora exise contraposição, ora existe imposicão e, por fim, ora existe superposição, mas, ainda assim, cada dançarino preciso do outro para dar sentido ao seu movimento. O poder é um fato, o poder se impõe, o poder é comando. A legitimidade é a aceitação, ou seja, o poder legitimo é tido como bom, ou melhor, o poder legítimo é estável.  O direito serve a ambos, é o comando do pdoer, que é robustecido ao se revistir de legitimidade. Assim, quando aceita-se um comando, prescinde-se da força, entendida como poder corcitivo!

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Devemos aplicar nossos conhecimentos em Direito para responder a questão.


Força, poder e legitimidade estão profundamente conectados. Quando falamos em poder, entendemos que é a capacidade de agir e mandar. Quem manda pode-se utilizar ou da legitimidade, ou da força para ser obedecido. O poder legitimo é consensual. É atribuído a algum órgão ou individuo a tarefa de mandar baseado em um consenso de que o bem comum será atingido. Nesse caso, a força não precisa ser empregada.


O poder não legitimo geralmente está fundado na força e é utilizada como medida coercitiva. O poder fundado na força se torna perigoso, a medida em que para substitui-lo, basta que uma força maior tome o poder.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas