A maior rede de estudos do Brasil

Como ocorre o ciclo celular?

Suas etapas resumidas, porem bem explicadas

5102053

UFCG


2 resposta(s)

User badge image

Clara Dantas

Há mais de um mês

Ciclo celular é um conjunto de processos que se passam numa célula viva entre duas divisões celulares.

1 - Intérfase

Corresponde ao período entre o final de uma divisão celular e o início da outra. Geralmente a célula encontra-se nesta fase durante a maior parte da sua vida. A intérfase divide-se em três fases:

1.1 - Fase G1

Nesta fase sintetizam-se muitas proteínas, enzimas e RNA. Verifica-se também a formação de organitos celulares e, consequentemente, a célula cresce.

1.2 - Fase S

É nesta fase que ocorre a auto-replicação das moléculas de DNA. A partir deste momento os cromossomos passam a possuir dois cromatídeos ligados por um centrómero.

1.3 - Fase G2

Neste período dá-se a síntese de moléculas necessárias à divisão celular (como os centríolos).

2 - Fase Mitótica

Divide-se em duas fases: a Mitose (ou cariocinese) e a Citocinese.

2.1 - Mitose

Nesta fase ocorre a divisão nuclear (nas células eucarióticas). É um processo contínuo, no entanto, divide-se em quatro subfases:

a) Prófase

• É a etapa mais longa da mitose;
• Os filamentos de cromatina enrolam-se, tornando-se cada vez mais curtos, possibilitando assim o seu visionamento no Microscópio óptico;
• Os dois pares de centríolos afastam-se em sentidos opostos, entre eles forma-se o fuso acromático (sistema de microtúbulos proteícos que se agrupam e formam fibrilas);
• Quando os centríolos alcançam os pólos da célula o Invólucro nuclear quebra e os nucléolos desaparecem.

b) Metáfase

• Os Cromossomos atingem a máxima condensação;
• O fuso acromático completa o desenvolvimento e algumas fibrilas ligam-se aos centrómeros (as outras ligam os dois centríolos);
• Os Cromossomos encontram-se alinhados no plano equatorial (plano equidistante dos dois pólos da célula) constituindo a Placa equatorial.

c) Anáfase

• A anáfase começa pela duplicação dos centrômeros, libertando as cromátides-irmãs que passam a ser chamadas de cromossomos-filhos.As fibras do fuso, ligadas aos centrômeros, encurtam, puxando os cromossomos para os pólos da célula. A anáfase é uma fase rápida, caracterizada pela migração dos cromossomos para os pólos do fuso;
• As fibrilas encurtam-se e começam a afastar-se;
• Dá-se a clivagem dos centrómeros. Os cromatídios que antes pertenciam ao mesmo cromossoma, agora separados, constituem dois cromossomas independentes.

d) Telófase

• A membrana nuclear forma-se à volta dos cromossomas de cada pólo da célula, passando a existir assim dois núcleos com informação genética igual;
• Os núcléolos reaparecem;
• O fuso mitótico dissolve-se;
• Os Cromossomos descondensam e tornam-se menos visíveis.

2.2 - Citocinese

Corresponde à divisão celular e, consequentemente, à individualização das duas células-filhas. A citocinese difere conforme a célula for animal ou vegetal.

Na célula animal, a citocinese consiste no estrangulamento do citoplasma.
No fim da mitose formam-se, na zona do plano equatorial, um anel contráctil de filamentos proteicos que, na citocinese, contraem-se e puxam a Membrana plasmática para dentro até que as duas células-filhas se separam. Assim podemos dizer que a citocinese animal é centrípeta, pois ocorre de fora para dentro.


Na célula vegetal, a parede celular não permite o estrangulamento do citoplasma; em vez disso é formada na região equatorial uma nova parede celular. Para isso vesículas provenientes do complexo de Golgi alinham-se no plano equatorial e formam, fundindo-se, uma estrutura que é a membrana plasmática das células filhas. Mais tarde, por deposição de fibrilas de celulose forma-se nessa região a parede celular. As vesiculas golgianas contem elementos constituintes da parede celular, como pectinas. Esta citocinese é centrífuga, pois ocorre de dentro para fora, isto e, fundem-se primeiro as vesículas goliganas interiores e depois as mais exteriores de uma forma progressiva.

Ciclo celular é um conjunto de processos que se passam numa célula viva entre duas divisões celulares.

1 - Intérfase

Corresponde ao período entre o final de uma divisão celular e o início da outra. Geralmente a célula encontra-se nesta fase durante a maior parte da sua vida. A intérfase divide-se em três fases:

1.1 - Fase G1

Nesta fase sintetizam-se muitas proteínas, enzimas e RNA. Verifica-se também a formação de organitos celulares e, consequentemente, a célula cresce.

1.2 - Fase S

É nesta fase que ocorre a auto-replicação das moléculas de DNA. A partir deste momento os cromossomos passam a possuir dois cromatídeos ligados por um centrómero.

1.3 - Fase G2

Neste período dá-se a síntese de moléculas necessárias à divisão celular (como os centríolos).

2 - Fase Mitótica

Divide-se em duas fases: a Mitose (ou cariocinese) e a Citocinese.

2.1 - Mitose

Nesta fase ocorre a divisão nuclear (nas células eucarióticas). É um processo contínuo, no entanto, divide-se em quatro subfases:

a) Prófase

• É a etapa mais longa da mitose;
• Os filamentos de cromatina enrolam-se, tornando-se cada vez mais curtos, possibilitando assim o seu visionamento no Microscópio óptico;
• Os dois pares de centríolos afastam-se em sentidos opostos, entre eles forma-se o fuso acromático (sistema de microtúbulos proteícos que se agrupam e formam fibrilas);
• Quando os centríolos alcançam os pólos da célula o Invólucro nuclear quebra e os nucléolos desaparecem.

b) Metáfase

• Os Cromossomos atingem a máxima condensação;
• O fuso acromático completa o desenvolvimento e algumas fibrilas ligam-se aos centrómeros (as outras ligam os dois centríolos);
• Os Cromossomos encontram-se alinhados no plano equatorial (plano equidistante dos dois pólos da célula) constituindo a Placa equatorial.

c) Anáfase

• A anáfase começa pela duplicação dos centrômeros, libertando as cromátides-irmãs que passam a ser chamadas de cromossomos-filhos.As fibras do fuso, ligadas aos centrômeros, encurtam, puxando os cromossomos para os pólos da célula. A anáfase é uma fase rápida, caracterizada pela migração dos cromossomos para os pólos do fuso;
• As fibrilas encurtam-se e começam a afastar-se;
• Dá-se a clivagem dos centrómeros. Os cromatídios que antes pertenciam ao mesmo cromossoma, agora separados, constituem dois cromossomas independentes.

d) Telófase

• A membrana nuclear forma-se à volta dos cromossomas de cada pólo da célula, passando a existir assim dois núcleos com informação genética igual;
• Os núcléolos reaparecem;
• O fuso mitótico dissolve-se;
• Os Cromossomos descondensam e tornam-se menos visíveis.

2.2 - Citocinese

Corresponde à divisão celular e, consequentemente, à individualização das duas células-filhas. A citocinese difere conforme a célula for animal ou vegetal.

Na célula animal, a citocinese consiste no estrangulamento do citoplasma.
No fim da mitose formam-se, na zona do plano equatorial, um anel contráctil de filamentos proteicos que, na citocinese, contraem-se e puxam a Membrana plasmática para dentro até que as duas células-filhas se separam. Assim podemos dizer que a citocinese animal é centrípeta, pois ocorre de fora para dentro.


Na célula vegetal, a parede celular não permite o estrangulamento do citoplasma; em vez disso é formada na região equatorial uma nova parede celular. Para isso vesículas provenientes do complexo de Golgi alinham-se no plano equatorial e formam, fundindo-se, uma estrutura que é a membrana plasmática das células filhas. Mais tarde, por deposição de fibrilas de celulose forma-se nessa região a parede celular. As vesiculas golgianas contem elementos constituintes da parede celular, como pectinas. Esta citocinese é centrífuga, pois ocorre de dentro para fora, isto e, fundem-se primeiro as vesículas goliganas interiores e depois as mais exteriores de uma forma progressiva.

User badge image

Matheus Leonardo

Há mais de um mês

Ciclo celular 
Em biologia, chama-se ciclo celular ao conjunto de processos que se passam numa célula viva entre duas divisões celulares. O ciclo celular consiste na interfase, mitose e geralmente divisão celular. 


Esquema do ciclo celular: I=Interfase, M=Fase Mitótica. A duração da fase mitótica em relação às outras fases encontra-se exagerada. 

As fases do ciclo celular são as seguintes: 

Fase G1 é a primeira fase de crescimento. 
Fase G0 é um período em que a célula mantém a sua taxa metabólica, mas não cresce em tamanho, a não ser que receba sinais extracelulares. 
Fase S é a fase em que o DNA é replicado. 
Fase G2 é a segunda fase de crescimento, em preparação para a divisão celular. 
Fase M inclui a mitose e a citocinese, quando a célula se divide em duas células-filhas. 
==Regulação do ciclo celular== O ciclo celular para em determinados pontos e só avança se determinadas condições se verificarem, tais como a presença de uma quantidade adequada de nutrientes ou quando a célula atinge determinadas dimensões. A regulação do ciclo celular é realizada por ciclinas e por quinases ciclino-dependentes. 

Certas células, como os neurônios, param de se dividir quando o animal atinge o estado adulto, mantendo-se durante o resto da vida do indivíduo na fase G0.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes