A maior rede de estudos do Brasil

casos concretos de inclusao social


1 resposta(s)

User badge image

Tony

Há mais de um mês

Ed, meu caro, há vários (talkez isto chegu atrasado para a entrega do trabalho do Cocurutto, mas fica registrado):

MINISTRA ROSA WEBER sobre aborto de anecéfalo

A gestante deve ficar livre para optar sobre o futuro de sua gestação do feto anencéfalo. [...]A postura contrária, a meu juízo, não se mostra sustentável, em nenhuma dessas perspectivas e à luz dos princípios maiores dos direitos, como o da dignidade da pessoa humana, consagrada em nossa Carta Maior, no seu artigo 1º, inciso III”1

1WEBER, ROSA. Supremo Tribunal Federal, ADPF 54

O incansável Ministro Luiz Fux é faixa preta no quesito defesa dos direitos humanos e de inclusão (certamente influi o fato dele professar a religião judaica)

[...] o histórico do surgimento da Lei Maria da Penha é da própria tutela da dignidade da pessoa humana”1

1FUX, LUIZ. Supremo Tribunal Federal, HC 106.212-MS, 24/03/201


O eixo central do sistema se deslocou do Código Civil para a Constituição, cujo conjunto axiológico-normativo deve informar a interpretação dos institutos que regem o Direito de Família.

Assumindo caráter de sobreprincípio fundante do ordenamento, insculpido logo no art. 1º, III, da Carta magna, a dignidade humana passa a exercer papel fundamental nesse contexto. O núcleo base da dignidade humana é expresso na formulação do imperativo categórico de Immanuel Kant: o ser humano deve sempre ser um fim em si mesmo, nunca um meio para um fim.”
1

1FUX, LUIZ. Supremo Tribunal Federal. RE 898060 – Paternidade Socioafetiva

“Com efeito, Carta constitucional de 1988 fixou o princípio da dignidade da pessoa humana como um fundamento da República (CF, art. 1º, III). Disso decorre uma prevalência axiológica inquestionável sobre todas as demais normas da Constituição, que devem ser interpretadas invariavelmente sob a lente da dignidade da pessoa humana.”1

1FUX, LUIZ. Supremo Tribunal Federal. RE 708130 DF




O nobre Ministro Lewandowski expressou votos importantes no tocante a direitos de apenados e de familia

Aduz, mais, o Parquet, que a integridade física e moral dos presos configura interesse de natureza geral, consubstanciando direito fundamental de observância obrigatória pelo Estado, que tem como um de seus pilares constitucionais a dignidade da pessoa humana.”1

1LEWANDOWSKI, RICARDO. Supremo Tribunal Federal. RE 592581 RS – reformas presidios


[…] Como é cediço, a Constituição Federal de 1988 consagrou, no art. 227, § 6º, entre os seus princípios fundamentais, a dignidade da pessoa humana, consubstanciada na vedação à discriminação entre os filhos havidos ou não da relação de casamento ou por adoção, possibilitando, por todas as formas, a proteção do infante.”1

1LEWANDOWSKI, RICARDO. Supremo Tribunal Federal. RE 708130 DF

 

 

 

Ed, meu caro, há vários (talkez isto chegu atrasado para a entrega do trabalho do Cocurutto, mas fica registrado):

MINISTRA ROSA WEBER sobre aborto de anecéfalo

A gestante deve ficar livre para optar sobre o futuro de sua gestação do feto anencéfalo. [...]A postura contrária, a meu juízo, não se mostra sustentável, em nenhuma dessas perspectivas e à luz dos princípios maiores dos direitos, como o da dignidade da pessoa humana, consagrada em nossa Carta Maior, no seu artigo 1º, inciso III”1

1WEBER, ROSA. Supremo Tribunal Federal, ADPF 54

O incansável Ministro Luiz Fux é faixa preta no quesito defesa dos direitos humanos e de inclusão (certamente influi o fato dele professar a religião judaica)

[...] o histórico do surgimento da Lei Maria da Penha é da própria tutela da dignidade da pessoa humana”1

1FUX, LUIZ. Supremo Tribunal Federal, HC 106.212-MS, 24/03/201


O eixo central do sistema se deslocou do Código Civil para a Constituição, cujo conjunto axiológico-normativo deve informar a interpretação dos institutos que regem o Direito de Família.

Assumindo caráter de sobreprincípio fundante do ordenamento, insculpido logo no art. 1º, III, da Carta magna, a dignidade humana passa a exercer papel fundamental nesse contexto. O núcleo base da dignidade humana é expresso na formulação do imperativo categórico de Immanuel Kant: o ser humano deve sempre ser um fim em si mesmo, nunca um meio para um fim.”
1

1FUX, LUIZ. Supremo Tribunal Federal. RE 898060 – Paternidade Socioafetiva

“Com efeito, Carta constitucional de 1988 fixou o princípio da dignidade da pessoa humana como um fundamento da República (CF, art. 1º, III). Disso decorre uma prevalência axiológica inquestionável sobre todas as demais normas da Constituição, que devem ser interpretadas invariavelmente sob a lente da dignidade da pessoa humana.”1

1FUX, LUIZ. Supremo Tribunal Federal. RE 708130 DF




O nobre Ministro Lewandowski expressou votos importantes no tocante a direitos de apenados e de familia

Aduz, mais, o Parquet, que a integridade física e moral dos presos configura interesse de natureza geral, consubstanciando direito fundamental de observância obrigatória pelo Estado, que tem como um de seus pilares constitucionais a dignidade da pessoa humana.”1

1LEWANDOWSKI, RICARDO. Supremo Tribunal Federal. RE 592581 RS – reformas presidios


[…] Como é cediço, a Constituição Federal de 1988 consagrou, no art. 227, § 6º, entre os seus princípios fundamentais, a dignidade da pessoa humana, consubstanciada na vedação à discriminação entre os filhos havidos ou não da relação de casamento ou por adoção, possibilitando, por todas as formas, a proteção do infante.”1

1LEWANDOWSKI, RICARDO. Supremo Tribunal Federal. RE 708130 DF

 

 

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes