A maior rede de estudos do Brasil

Caso 7 - Questão 3

Josivaldo com vistas à subtração de um aparelho de DVD automotivo e sabedor que Dionísio possui o referido aparelho invade a garagem do prédio no qual a vítima reside, quebra o vidro de seu carro e retira o aparelho do mesmo. Ao se aproximar do portão da garagem, já carregando o aparelho, Josivaldo é surpreendido pelos gritos de Dionísio e Francisco (porteiro do edifício) que vira tudo pela câmera de segurança instalada na garagem. Durante a fuga Josivaldo é alcançado por Dionísio e visando assegurar sua fuga atinge o pescoço da vítima com um canivete, joga o aparelho ao chão e sai correndo sem levar consigo coisa alguma. Dionísio é socorrido por Francisco, mas em decorrência da gravidade do ferimento vem a falecer antes de chegar ao hospital. Ante o exposto é correto afirmar que a conduta de Josivaldo será tipificada como:

a)     furto na forma tentada em concurso material de crimes com lesões corporais seguidas de morte.

b)    furto na forma tentada em concurso material de crimes com homicídio consumado.

c)     latrocínio.

d)    roubo impróprio em concurso material de crimes com lesões corporais seguidas de morte.

e)  latrocínio na forma tentada.

Alguém sabe? Obrigada

Direito Penal IVESTÁCIO

5 resposta(s)

User badge image

Leoberto

Há mais de um mês

Creio que neste caso, a resposta correta seria a alternativa "A", pois o furto não foi consumado, e o agente, mesmo desferindo golpe contra o pescoço da vítima, não o fez com a intenção de matar, mas apenas para garantir sua fuga.

A alternativa "B" está incorreta pois no homicídio consumado, o agente teria a intenção de matar.

A alternativa "C" está incorreta pois no latrocínio, o agente comete o crime de roubo, que se diferencia do furto, pois é empregado com violência ou grave ameaça à vítima, e porque o agente também tem a intenção de matar para consumar o roubo.

A alternativa "D" está incorreta pois no roubo impróprio, o objeto deve ter sido efetivamente subtraído, consumado o crime de furto, conforme cita o art. 157, §1º, CP.

Por fim, a alternativa "E" está incorreta pois o latrocínio, como já explicado, é tipificado quando o homicídio é consumado para efetivar a roubo do objeto.

Creio que neste caso, a resposta correta seria a alternativa "A", pois o furto não foi consumado, e o agente, mesmo desferindo golpe contra o pescoço da vítima, não o fez com a intenção de matar, mas apenas para garantir sua fuga.

A alternativa "B" está incorreta pois no homicídio consumado, o agente teria a intenção de matar.

A alternativa "C" está incorreta pois no latrocínio, o agente comete o crime de roubo, que se diferencia do furto, pois é empregado com violência ou grave ameaça à vítima, e porque o agente também tem a intenção de matar para consumar o roubo.

A alternativa "D" está incorreta pois no roubo impróprio, o objeto deve ter sido efetivamente subtraído, consumado o crime de furto, conforme cita o art. 157, §1º, CP.

Por fim, a alternativa "E" está incorreta pois o latrocínio, como já explicado, é tipificado quando o homicídio é consumado para efetivar a roubo do objeto.

User badge image

Carol

Há mais de um mês

Marquei "A" também, obrigada pela ajuda.

User badge image

carola

Há mais de um mês

Atenção, pessoal! Trata-se de latrocinio, vide Súmula 610 do STF, "Há crime de latrocinio, quando o homicídio se consuma, ainda que não realize o agente a subtração da res (roubo)". O que se aplica ao caso em análise. Assim, a resposta correta é a letra C.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes