A maior rede de estudos do Brasil

NEGÓCIOS JURÍDICOS

ATO SIMULADO É AQUELE EM QUE AS PARTES, DE COMUM ACORDO, POR MEIO DE MANOBRA ESCUSA, AFASTAM A APLICAÇÃO DE NORMA IMPERATIVA?

Fatos e Negócios Jurídicos

Humanas / Sociais


4 resposta(s)

User badge image

Leoberto Bittencourt Filho

Há mais de um mês

Sim. A simulação consiste num desacordo intencional entre a vontade interna e a declarada para criar, aparentemente, um ato negocial que inexiste, ou para ocultar, sob determinada aparência, o negócio.

Conforme interpretação do art. 167, CC: Se não causar prejuízo a ninguém e não violar a lei, não é considerado ato nulo.

Se causar prejuízo, a pessoa lesada, o Ministério Público, ou o juiz, de ofício, poderá arguir nulidade a qualquer tempo, conforme art. 168, CC.

Sim. A simulação consiste num desacordo intencional entre a vontade interna e a declarada para criar, aparentemente, um ato negocial que inexiste, ou para ocultar, sob determinada aparência, o negócio.

Conforme interpretação do art. 167, CC: Se não causar prejuízo a ninguém e não violar a lei, não é considerado ato nulo.

Se causar prejuízo, a pessoa lesada, o Ministério Público, ou o juiz, de ofício, poderá arguir nulidade a qualquer tempo, conforme art. 168, CC.

User badge image

Sandro Luiz

Há mais de um mês

Não, pois o conceito é de Fraude a Lei. A fraude à lei consiste em valer-se de um expediente, pelo qual, usando de um instrumento aparentemente lícito, na realidade, visa-se alcançar um resultado proibido por lei. A fraude pode ser unilateral. Na simulação ambos – comprador e vendedor – concorrem para a sua realização. Dispõe o Código Civil, em seu art. 166, VI, ser nulo negócio jurídico que tiver por objetivo fraudar lei imperativa.

User badge image

julia saad

Há mais de um mês

Sim. O ato simulado é feito com o intuito de enganar terceiros. Exemplo classico: Pessoa A simula uma doação com a pessoa B com o intuito de enganar a pessoa C e pagar menos impostos. O negocio simulado é o que as partes realizaram de fato e o dissimulado é o negocio que elas gostariam de ter realizado.   

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes