A maior rede de estudos do Brasil

Como surge o chamado Estado de direito e a contribuição do liberalismo para tal fenômeno?

Elementos de Teoria Geral do Estado.


1 resposta(s)

User badge image

CARLOS

Há mais de um mês

explicando brevemente.

O Estado de Direito constitui um conceito ligado ao constitucionalismo moderno, tendo origem com o advento das revoluções burguesas e tendo por bases estruturais a noção de poder constituinte e direitos humanos. Adimitiu-se a ideia de um poder pela constituição e da necessária prodeção de direitos fundamentais, anteriores a criação do estado e suprapositivos. Isto é, concebe-se o estado com poder limitado ao devido processo legal ao direito, por isso chama-se Estado de direito.

O conceito de poder constituinte teve origem, sendo largamente influenciado, pela ideias de Sieyès para quem o poder pertencia a nação e posteriormente ao povo, ideal largamente difundido pela revolução francesa.

A contribuição do liberalismo foi tão marcante para o fenômeno que a ela se reconhece a nomenclatura de constitucionalismo liberal, donotado pela forte limitação do estado à constituição, pela via da abstenção do estado de intervir, e a criação da separação dos poderes, pregando a fiscalização de um poder pelo outro em um sistema chamado pelo pensadores de "checks and balances" traduzido na doutrina pátria para "freio e contrapesos". Pois, repare, o interesse da burguesia era manter o estado longe de sua propriedade, muitas dessas noções influenciaram uma releitura da tributação e da legalidade (mais isso é matéria para outra pergunta :p).

Assim, fincaram-seas bases do constitucionalismo moderno que posteriormente incoporaria tons de maior atividade estatal com o constitucionalismo social.

Espero ter ajudado

explicando brevemente.

O Estado de Direito constitui um conceito ligado ao constitucionalismo moderno, tendo origem com o advento das revoluções burguesas e tendo por bases estruturais a noção de poder constituinte e direitos humanos. Adimitiu-se a ideia de um poder pela constituição e da necessária prodeção de direitos fundamentais, anteriores a criação do estado e suprapositivos. Isto é, concebe-se o estado com poder limitado ao devido processo legal ao direito, por isso chama-se Estado de direito.

O conceito de poder constituinte teve origem, sendo largamente influenciado, pela ideias de Sieyès para quem o poder pertencia a nação e posteriormente ao povo, ideal largamente difundido pela revolução francesa.

A contribuição do liberalismo foi tão marcante para o fenômeno que a ela se reconhece a nomenclatura de constitucionalismo liberal, donotado pela forte limitação do estado à constituição, pela via da abstenção do estado de intervir, e a criação da separação dos poderes, pregando a fiscalização de um poder pelo outro em um sistema chamado pelo pensadores de "checks and balances" traduzido na doutrina pátria para "freio e contrapesos". Pois, repare, o interesse da burguesia era manter o estado longe de sua propriedade, muitas dessas noções influenciaram uma releitura da tributação e da legalidade (mais isso é matéria para outra pergunta :p).

Assim, fincaram-seas bases do constitucionalismo moderno que posteriormente incoporaria tons de maior atividade estatal com o constitucionalismo social.

Espero ter ajudado

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes