A maior rede de estudos do Brasil

De qual modo o Direito encontra-se associado a Economia? Dê exemplos

 Como o Direito está associado a contéudos economicos. Qual o seu papel e sua relevancia para o meio jurídico e Político?!

Economia IUNINASSAU

2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

O pensamento jurídico está vinculado a questões de justiça, além de outros problemas de pormenor, de cunho analítico, e de entorno mitigado, a exemplo de antinomias, lacunas e coerência de ordenamentos. No entanto, dadas as inegáveis e indisfarçáveis relações entre direito e política, percebe-se que o neoliberalismo supostamente triunfante pretende impor suas diretrizes à jurisprudência e à legislação. Por isso, entre outros, concebe-se uma nova leitura do direito, e o movimento direito e economia permite essa apreensão, a ser descrita nas observações vindouras.

Dessa forma, todos os campos do direito podem ser avaliados pela economia, e seus cânones de valor, utilidade e suficiência. O movimento direito e economia, especialmente em Richard Posner, delineia essa possibilidade, demonstrando que a tão propalada crise do direito enceta um maior número de soluções que se imagina.

O pensamento jurídico está vinculado a questões de justiça, além de outros problemas de pormenor, de cunho analítico, e de entorno mitigado, a exemplo de antinomias, lacunas e coerência de ordenamentos. No entanto, dadas as inegáveis e indisfarçáveis relações entre direito e política, percebe-se que o neoliberalismo supostamente triunfante pretende impor suas diretrizes à jurisprudência e à legislação. Por isso, entre outros, concebe-se uma nova leitura do direito, e o movimento direito e economia permite essa apreensão, a ser descrita nas observações vindouras.

Dessa forma, todos os campos do direito podem ser avaliados pela economia, e seus cânones de valor, utilidade e suficiência. O movimento direito e economia, especialmente em Richard Posner, delineia essa possibilidade, demonstrando que a tão propalada crise do direito enceta um maior número de soluções que se imagina.

User badge image

Leonardo

Há mais de um mês

O Brasil é um país capitalista e isso está previsto no artigo 170 da Constituição quando prescreve que "A ordem econômica, fundada na valorização do trabalho humano e na livre iniciativa...". Pronto, a regra esta posta, e é a livre iniciativa. O direito já está associado a economia aí, pois determina que em regra compete a iniciativa privada desenvolver as atividade econômicas.

Bom, mas visando atender outros mandamentos constitucionais o direito vem e impõe algumas leis (os exemplos que você pediu):

- Lei de Defesa da Concorrência (pra evitar os monopólios e oligopólios);
- Código de Defesa do Consumidor (pra evitar que você fique desamparado quando seus produtos ou seviços não atendam ao previsto nas propagandas, ou pra você não precisar provar pra sua seguradora um componente que você nem sabe o nome deu defeito - é a chamada inversão da prova, etc.)
- Leis Trabalhistas (impedem que você seja tratado como escravo, tipo na China, Singapura, Mali etc).
- Meia entrada para estudantes e aposentados (impõe um preço diferenciado a determinado grupo de pessoas).
- Quando a lei lhe assegura direito a saúde e uma pessoa vai à justiça para que esta determine a secretaria de saúde que compre remédios caríssimos).
- Quando alguém bate no seu carro e a justiça determine que você seja indenizado o direito está se relacionando com a economia, pois está impondo que alguém gaste dinheiro com indenização, dinheiro esse que seria utilizado em outra coisa - viagem, compras, remédio, escola, etc.

Enfim, em um mundo globalizado por mercados e consumo, cada lei, cada decisão jurídica tem repercussão e se associa a economia.

Espero ter lhe ajudado.

Abraço!

User badge image

Cibele

Há mais de um mês

Bem, de forma sintética, dá pra se entender que o direito, e o processo legislativo influem na regulação ou não dentro de parâmetros de economia, então a influência é maior que o esperado. Além da atuação jurídica em geral ser um fator de custo sobre a economia particularmente.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas