A maior rede de estudos do Brasil

Fatores óbices para concretização dos diretos constitucionais.

Os fatores óbices para concretização dos diretos são subdivididos em legal, econômico-orçamentário e ideológico. Poderiam existir outros fatores além dos supracitados?


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Júnior Oliveira Verified user icon

Há mais de um mês

Os denominados "fatores óbices para a concretização dos direitos" são as questões de fato de uma sociedade que, em algum grau, limitam ou impedem a efetivação de direitos previstos na lei e na Constituição.

Esses fatores podem ser legaleconômico-orçamentário ou ideológico.

Será legal quando um determinado direito não possa ser aplicado em virtude de uma norma que assim o determine.

De outro lado, teremos um impedimento econômico-orçamentário quando a questão financeira se mostrar de tal modo que inviabilize algum direito. É o que ocorre, por exemplo, em relação ao direito universal à saúde, o qual, embora legítimo e constitucionalmente previsto, não se faz pragmaticamente possível, uma vez que as demandas da sociedade sobejam o poder econômico do Estado, de modo que, ainda que se utilizasse todo o orçamento público, provável que não se garantisse tratamento de ponta para todos.

Por fim, o óbice ideológico é aquele que, em razão de uma determinada linha de pensamento e de crença do governante, as políticas públicas são direcionadas no sentido de não garantir um direito. Por exemplo: imagine que o aborto seja um direito reconhecido no Brasil. Se algum governante contrário a essa prática inviabilizar o exercício do procedimento abortivo, sem base legal, apenas por convicção, estaremos diante de um evidente óbice meramente ideológico.

Os denominados "fatores óbices para a concretização dos direitos" são as questões de fato de uma sociedade que, em algum grau, limitam ou impedem a efetivação de direitos previstos na lei e na Constituição.

Esses fatores podem ser legaleconômico-orçamentário ou ideológico.

Será legal quando um determinado direito não possa ser aplicado em virtude de uma norma que assim o determine.

De outro lado, teremos um impedimento econômico-orçamentário quando a questão financeira se mostrar de tal modo que inviabilize algum direito. É o que ocorre, por exemplo, em relação ao direito universal à saúde, o qual, embora legítimo e constitucionalmente previsto, não se faz pragmaticamente possível, uma vez que as demandas da sociedade sobejam o poder econômico do Estado, de modo que, ainda que se utilizasse todo o orçamento público, provável que não se garantisse tratamento de ponta para todos.

Por fim, o óbice ideológico é aquele que, em razão de uma determinada linha de pensamento e de crença do governante, as políticas públicas são direcionadas no sentido de não garantir um direito. Por exemplo: imagine que o aborto seja um direito reconhecido no Brasil. Se algum governante contrário a essa prática inviabilizar o exercício do procedimento abortivo, sem base legal, apenas por convicção, estaremos diante de um evidente óbice meramente ideológico.

User badge image

Estudante

Há mais de um mês


Óbices 

 

Segundo as teorias estratégicas, os obstáculos de toda a ordem, materiais ou espirituais, que podem provie de condições estruturais ou conjunturais, resultantes da natureza ou da vontade humana e que dificultam ou impedem que se atinja os chamados objectivos nacionais. O que leva o Poder a desgastar-se no seu processo de aplicação ao meio nacional, dado que o uso do Poder implica uma espécie de gasto de energia. O que entrava, impede e prejudica o Poder de cumprir os seus objectivos. Neste sentido, inventariam-se três tipos de óbices: factores adversos, os factores de toda a ordem, internos ou externos, que, destituídos de sentido contestatário, se interpõem aos esforços da comunidade nacional para alcançar e manter os Objectivos Nacionais; antagonismos, os óbices que manifestam actividade deliberada intencional e contestatária à consecução e manutenção dos Objectivos Nacionais; e pressões, óbices de grau extremo em que a vontade contestatária se manifesta com capacidade de se contrapor ao Poder Nacional. Aliás, algumas destas pressões podem ser dominantes e passarem a ameaça,  exigindo medidas especiais extraordinárias, nomeadamente pelo recurso extremo à guerra.

 

 Fonte: http://maltez.info/respublica/topicos/aaletrao/obices.htm

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas