A maior rede de estudos do Brasil

Coerência de Sócrates

Sabemos que Sócrates preferiu morrer em vez de cometer uma injustiça ante a possibilidade real de fuga ou à opcional condenação. Entrementes, não foi incoerente (no que tange à justiça) ao suicidar-se? Teria ele o direito (ou poder sobre a vida) ou não cometeria uma injustiça ao tirar a própria vida sendo que não teria legitimidade para tal?


1 resposta(s)

User badge image

Tiago

Há mais de um mês

Amigo,

Se não me engano, na Grécia antiga o condenado só tinha, praticamente, duas opções: O exílio ou a morte por Cicuta, sendo que o primeiro é considerado a pior. Viver como exilado era uma das maiores vergonhas. Além disso, Sócrates acreditava na vida após a morte. Esse não era o fim. Só mais uma coisa, a vida (dádiva) tal como você a considera é vista a partir do cristianismo ocidental, o que seriauma grande anacronismo, visto que a Idéia de Deus nem se quer era forte no ocidente ainda.

At. et,

Tiago Carvalho

Amigo,

Se não me engano, na Grécia antiga o condenado só tinha, praticamente, duas opções: O exílio ou a morte por Cicuta, sendo que o primeiro é considerado a pior. Viver como exilado era uma das maiores vergonhas. Além disso, Sócrates acreditava na vida após a morte. Esse não era o fim. Só mais uma coisa, a vida (dádiva) tal como você a considera é vista a partir do cristianismo ocidental, o que seriauma grande anacronismo, visto que a Idéia de Deus nem se quer era forte no ocidente ainda.

At. et,

Tiago Carvalho

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes