Buscar

Qual a diferenças entre legalidade e legitimidade; poder legítimo e poder ilegítimo?

💡 4 Respostas

User badge image

Cynthia Cynthia Dias

Todo ato administrativo tem presunção de legalidade e legitimidade. Os termos "legal" e "legítimo" não significam amesma coisa. Os dois são de extrema importância para o Direito Administrativo, pois dão ao ato administrativo essa presunção de ser lícito e legítimo, de atender o direito positivo e o interesse coletivo. Essa é uma presunção iuris tantum, ou seja, assim o é até prova em contrário. Presume-se que vindo do Poder Público, houve respeito à lei. Já a legitimidade se refere à aceitação social do ato e, por isso, está relacionada com o Estado Democrático, em que o povo elege os seus representantes que, por sua vez, realizam a tarefa executiva, representada pelos atos administrativos. Sendo feito pelos legítimos representantes da sociedade, o ato administrativo por eles realizado, também será dotado de legitimidade ou aceitação social. A Legalidade, por sua vez, refere-se ou relaciona-se com o Estado de Direito, ao direito positivado, que regula todos os atos administrativos, que são infralegais.

 

1
Dislike0
User badge image

Cynthia Cynthia Dias

O poder legitimo, é quando é aceito pela sociedade (por exemple: quando Lula assumiu seu primeiro mandato, milhares de brasileiros foram para a rua comemorar, ou seja eles legitimaram sua posse)
O poder ilegitimo parte do pressuposto de que , mesmo sendo legal (determinado por lei), não é aceito pelo povo (muitas vezes é imposto).

 

0
Dislike0
User badge image

RD Resoluções

Primeiramente, é necessário conceituar a palavra “poder”. A palavra poder é originária do vocábulo latino possum que significa “ser capaz de”, portanto poder diz respeito a capacidade de mudar a conduta do outro.


O poder pode ser legítimo ou ilegítimo. Quando há um convencimento da relação de poder trata-se de um poder legítimo. Porém quando é necessário o uso da força ou violência, trata-se de um poder ilegítimo. A legitimidade depende da aceitação e conduta dos indivíduos, portanto diz respeito a situação real.


Já a legalidade diz respeito à formalidade da lei por meio de estratégias que Weber chama de dominação racional. A legitimidade é a expectativa de comportamento dos indivíduos, portanto trata-se de um padrão de conduta ideal. É nesse sentido que Weber coloca analisa o Estado moderno com sua tendência burocrática de criar mecanismos que garantam a dominação burocrático-legal, fazendo um da lei um instrumento de dominação racional. Esse processo de racionalização Max Weber chama de “desencantamento do mundo”.

0
Dislike0

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis


✏️ Responder

SetasNegritoItálicoSublinhadoTachadoCitaçãoCódigoLista numeradaLista com marcadoresSubscritoSobrescritoDiminuir recuoAumentar recuoCor da fonteCor de fundoAlinhamentoLimparInserir linkImagemFórmula

Para escrever sua resposta aqui, entre ou crie uma conta.

User badge image

Perguntas relacionadas

Materiais relacionados

Materiais recentes

Perguntas Recentes