A maior rede de estudos do Brasil

Gostaria dos casos concretos de processo civil 2 NCPC.


1 resposta(s)

User badge image

ANA LUCIA DE FREITAS

Há mais de um mês

respostas até o caso 7

1 - Mario ajuizou ação indenizatória em face da Loja FREE MAGAZINE.. R= a) NÃO PORQUE  O RITO SUMÁRIO NÃO EXISTE MAIS  DESDE  DA VIGÊNCIA DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL EM 2015/ (ART 190, OU CPC)

  1. b) SIM, PODERIA SER FEITO O PROCEDIMENTO COMUM NA VARA CÍVEL OU ATRAVÉS DO PROCEDIMENTO NO JUIZADO ESPECIAL.

2 - Pedro ingressou com uma ação indenizatória em face do Estado de Belo Horizonte pleiteando indenização no valor de R$200.000,00..R=a) O PARECER DO SEGUNDO ESPECIALISTA É O MAIS INDICADO, OU SEJA, MAIS EM CONFORMIDADE  COM ART 332,II/CPC

  1. b) SIM. A IMPROCEDÊNCIA LIMINAR DO PEDIDO ACONTECE COM A RESOLUÇÃO DO MÉRITO, ART. 332/CPC. A IMPROCEDÊNCIA LIMINAR DO PEDIDO PODE OCORRER NA HIPOTESE DE QUE HAJA INCIDENTES DE DEMANDAS REPETITIVAS. JÁ O INDEFERIMENTO ACONTECE SEM A RESOLUÇÃO DO MÉRITO, CONFORME ART. 330/CPC.

 3 -O Banco BMD ajuizou ação de cobrança em face de Antônio..R = a) O ADVOGADO DO REU PODE USAR A CONTESTAÇÃO REFERENTE AO PAGAMENTO DA DIVIDA E SOBRE A INCOMPETENCIA TERRITORIAL (ART 337,II/CPC), CABENDO A RECONVENÇÃO PARA RECEBER EM DOBRO A QUANTIA PAGA E O IMPEDIMENTO POR PETIÇÃO SEM NOME ESPECIFICO.

  1. b) DEVE SER APLICADO O DISPOSTO NO ART 339/CPC, O RÉU INDICA O SUJEITO PASSIVO, SE TIVER CONHECIMENTO, SOB PENA DE ARCAR COM AS CUSTAS DO PROCESSO E INDENIZAR O AUTOR POR PREJUIZOS EVENTUAIS PELA FALTA DE INDICAÇAO.
  2. c) DE ACORDO COM O PRINCÍPIO DA EVENTUALIDADE O RÉU DEVE APRESENTAR RAZÕES DE TODA A MATÉRIA DE DEFESA, MESMO QUE PAREÇA CONTRADITÓRIO; JÁ PARA IMPUGNAÇÃO ESPECÍFICA SE DETERMINA QUE O RÉU DEVE IMPUGNAR ESPECIFICAMENTE TODOS OS FATOS APRESENTADOS PELO AUTOR DA INICIAL (ART.342, III).

4-Marina realizou uma cirurgia de implante de silicone nos seios na Clínica de Estética Bem Viver..R= a)NÃO, POIS SE FOR DECRETADO A REVELIA, O JUIZ PODERÁ JULGAR DE FORMA ANTECIPADA O MÉRITO E PROFERIR UMA SENTENÇA ACOLHENDO OU REJEITANDO O PEDIDO SOLICITADO NA AÇÃO DE NATUREZA RELEVANTE QUE DIRECIONA PARA PRESUNÇÃO RELATIVA DA VERDADE E TAMBÉM QUANDO TRATA DE DIREITO INDISPONÍVEL, SENDO ASSIM NÃO PROCEDE O PEDIDO.

  1. b) PARA ESSE QUESTIONAMENTO EM QUE A RÉ APRESENTOU CONTESTAÇÃO, DEFESA INDIRETA DE MÉRITO, O JUIZ DEVERÁ INTIMAR O AUTOR PARA APRESENTAR SUA MANIFESTAÇÃO, OU SEJA, A RÉPLICA, SOBRE A DEFESA APRESENTADA PELO RÉU, COM A POSSIBILIDADE DE PRODUZIR PROVAS, POIS HOUVE UM FATO EXTINTIVO DO DIREITO DO AUTOR.

5-André ajuizou uma ação em face de Paulo para obter a rescisão contratual de determinado negócio jurídico firmado entre as partes. Na Petição Inicial..R= a) NÃO, O RÉU REALIZOU DEFESA INDIRETA DE MÉRITO CONFORME DITA O ART 350/CPC E NESSE CASO, O JUIZ DEVERÁ PEDIR A INTIMAÇÃO DO AUTOR PARA MANIFESTAR-SE, NO PRAZO DE 15 DIAS EM QUE PODERÁ PRODUZIR AS PROVAS SOBRE OS FATOS E ALEGAÇÕES TRAZIDAS PELO REU NO PROCESSO.

  1. b) SIM, O JUIZ PODERÁ DECIDIR PARCIALMENTE O MÉRITO QUANDO UM OU MAIS PEDIDOS APRESENTAREM DIREITO INCONTROVERSO, PARA QUE POSSIBILITE A EXECUÇÃO DO DIREITO MATERIAL.

6-Max adquiriu um notebook, marca Optmus prime, com objetivo para preparar suas aulas de filosofia...R= a) NÃO, POIS TRATA-SE DE UMA RELAÇÃO DE CONSUMO E, NESSE CASO, CABE APLICAR A INVERSÃO DO ÔNUS DA PROVA DESCRITA NO ART6°, VII, DO CODIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR, QUE PRIVILEGIA A VERACIDADE DO CONSUMIDOR.

  1. b) O ART.373 DIZ QUE O ÔNUS DA PROVA CABE AO AUTOR PROVAR SOBRE O FATO QUE CONSTITUI O SEU DIREITO E AO REÚ PROVAR FATO NOVO ALEGADO(MODIFICATIVO-IMPEDITIVO E EXTINTIVO DO DIREITO DO AUTOR).
  2. c) A PROVA EMPRESTADA PRODUZIDA DE OUTRO PROCESSO PODERÁ SER UTILIZADA, DESDE QUE SEJA DE VALOR ADEQUADO E OBSERVADO O DIREITO DO CONTRADITÓRIO.

7-Carla está desesperada e conversa com Dra. Suzana (sua advogada) que a principal testemunha de seu caso e que deverá comparecer em audiência de instrução futura ( mês seguinte) foi hospitalizada...R= A ORIENTAÇÃO JURIDICA DA ADVOGADA NÃO ESTÁ CORRETA, POIS O ART 381/CPC, DIZ QUE A PRODUÇÃO ANTECIPADA DAS PROVAS SÓ SERÁ ADMITIDA NOS CASOS DESCRITOS SEUS INCISOS I E II.

  1. b) SIM, O ART 384/CPC DIZ QUE A ATA NOTARIAL É UMA ESPÉCIE OU MEIO DE PROVA E DEVE SER COMBINADA COM A LEI DE REGISTROS PÚBLICOS (6.015/73) E A LEI 8.953/94. ESSE MEIO DE PROVA PODE SER USADO TAMBÉM PARA COMPROVAÇÃO MAIS EFETIVA E SEGURO DE CERTOS PAPÉIS E COMUNICAÇÕES, INCLUSIVE EM MEIO ELETRÔNICO,

 

 

 

 

respostas até o caso 7

1 - Mario ajuizou ação indenizatória em face da Loja FREE MAGAZINE.. R= a) NÃO PORQUE  O RITO SUMÁRIO NÃO EXISTE MAIS  DESDE  DA VIGÊNCIA DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL EM 2015/ (ART 190, OU CPC)

  1. b) SIM, PODERIA SER FEITO O PROCEDIMENTO COMUM NA VARA CÍVEL OU ATRAVÉS DO PROCEDIMENTO NO JUIZADO ESPECIAL.

2 - Pedro ingressou com uma ação indenizatória em face do Estado de Belo Horizonte pleiteando indenização no valor de R$200.000,00..R=a) O PARECER DO SEGUNDO ESPECIALISTA É O MAIS INDICADO, OU SEJA, MAIS EM CONFORMIDADE  COM ART 332,II/CPC

  1. b) SIM. A IMPROCEDÊNCIA LIMINAR DO PEDIDO ACONTECE COM A RESOLUÇÃO DO MÉRITO, ART. 332/CPC. A IMPROCEDÊNCIA LIMINAR DO PEDIDO PODE OCORRER NA HIPOTESE DE QUE HAJA INCIDENTES DE DEMANDAS REPETITIVAS. JÁ O INDEFERIMENTO ACONTECE SEM A RESOLUÇÃO DO MÉRITO, CONFORME ART. 330/CPC.

 3 -O Banco BMD ajuizou ação de cobrança em face de Antônio..R = a) O ADVOGADO DO REU PODE USAR A CONTESTAÇÃO REFERENTE AO PAGAMENTO DA DIVIDA E SOBRE A INCOMPETENCIA TERRITORIAL (ART 337,II/CPC), CABENDO A RECONVENÇÃO PARA RECEBER EM DOBRO A QUANTIA PAGA E O IMPEDIMENTO POR PETIÇÃO SEM NOME ESPECIFICO.

  1. b) DEVE SER APLICADO O DISPOSTO NO ART 339/CPC, O RÉU INDICA O SUJEITO PASSIVO, SE TIVER CONHECIMENTO, SOB PENA DE ARCAR COM AS CUSTAS DO PROCESSO E INDENIZAR O AUTOR POR PREJUIZOS EVENTUAIS PELA FALTA DE INDICAÇAO.
  2. c) DE ACORDO COM O PRINCÍPIO DA EVENTUALIDADE O RÉU DEVE APRESENTAR RAZÕES DE TODA A MATÉRIA DE DEFESA, MESMO QUE PAREÇA CONTRADITÓRIO; JÁ PARA IMPUGNAÇÃO ESPECÍFICA SE DETERMINA QUE O RÉU DEVE IMPUGNAR ESPECIFICAMENTE TODOS OS FATOS APRESENTADOS PELO AUTOR DA INICIAL (ART.342, III).

4-Marina realizou uma cirurgia de implante de silicone nos seios na Clínica de Estética Bem Viver..R= a)NÃO, POIS SE FOR DECRETADO A REVELIA, O JUIZ PODERÁ JULGAR DE FORMA ANTECIPADA O MÉRITO E PROFERIR UMA SENTENÇA ACOLHENDO OU REJEITANDO O PEDIDO SOLICITADO NA AÇÃO DE NATUREZA RELEVANTE QUE DIRECIONA PARA PRESUNÇÃO RELATIVA DA VERDADE E TAMBÉM QUANDO TRATA DE DIREITO INDISPONÍVEL, SENDO ASSIM NÃO PROCEDE O PEDIDO.

  1. b) PARA ESSE QUESTIONAMENTO EM QUE A RÉ APRESENTOU CONTESTAÇÃO, DEFESA INDIRETA DE MÉRITO, O JUIZ DEVERÁ INTIMAR O AUTOR PARA APRESENTAR SUA MANIFESTAÇÃO, OU SEJA, A RÉPLICA, SOBRE A DEFESA APRESENTADA PELO RÉU, COM A POSSIBILIDADE DE PRODUZIR PROVAS, POIS HOUVE UM FATO EXTINTIVO DO DIREITO DO AUTOR.

5-André ajuizou uma ação em face de Paulo para obter a rescisão contratual de determinado negócio jurídico firmado entre as partes. Na Petição Inicial..R= a) NÃO, O RÉU REALIZOU DEFESA INDIRETA DE MÉRITO CONFORME DITA O ART 350/CPC E NESSE CASO, O JUIZ DEVERÁ PEDIR A INTIMAÇÃO DO AUTOR PARA MANIFESTAR-SE, NO PRAZO DE 15 DIAS EM QUE PODERÁ PRODUZIR AS PROVAS SOBRE OS FATOS E ALEGAÇÕES TRAZIDAS PELO REU NO PROCESSO.

  1. b) SIM, O JUIZ PODERÁ DECIDIR PARCIALMENTE O MÉRITO QUANDO UM OU MAIS PEDIDOS APRESENTAREM DIREITO INCONTROVERSO, PARA QUE POSSIBILITE A EXECUÇÃO DO DIREITO MATERIAL.

6-Max adquiriu um notebook, marca Optmus prime, com objetivo para preparar suas aulas de filosofia...R= a) NÃO, POIS TRATA-SE DE UMA RELAÇÃO DE CONSUMO E, NESSE CASO, CABE APLICAR A INVERSÃO DO ÔNUS DA PROVA DESCRITA NO ART6°, VII, DO CODIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR, QUE PRIVILEGIA A VERACIDADE DO CONSUMIDOR.

  1. b) O ART.373 DIZ QUE O ÔNUS DA PROVA CABE AO AUTOR PROVAR SOBRE O FATO QUE CONSTITUI O SEU DIREITO E AO REÚ PROVAR FATO NOVO ALEGADO(MODIFICATIVO-IMPEDITIVO E EXTINTIVO DO DIREITO DO AUTOR).
  2. c) A PROVA EMPRESTADA PRODUZIDA DE OUTRO PROCESSO PODERÁ SER UTILIZADA, DESDE QUE SEJA DE VALOR ADEQUADO E OBSERVADO O DIREITO DO CONTRADITÓRIO.

7-Carla está desesperada e conversa com Dra. Suzana (sua advogada) que a principal testemunha de seu caso e que deverá comparecer em audiência de instrução futura ( mês seguinte) foi hospitalizada...R= A ORIENTAÇÃO JURIDICA DA ADVOGADA NÃO ESTÁ CORRETA, POIS O ART 381/CPC, DIZ QUE A PRODUÇÃO ANTECIPADA DAS PROVAS SÓ SERÁ ADMITIDA NOS CASOS DESCRITOS SEUS INCISOS I E II.

  1. b) SIM, O ART 384/CPC DIZ QUE A ATA NOTARIAL É UMA ESPÉCIE OU MEIO DE PROVA E DEVE SER COMBINADA COM A LEI DE REGISTROS PÚBLICOS (6.015/73) E A LEI 8.953/94. ESSE MEIO DE PROVA PODE SER USADO TAMBÉM PARA COMPROVAÇÃO MAIS EFETIVA E SEGURO DE CERTOS PAPÉIS E COMUNICAÇÕES, INCLUSIVE EM MEIO ELETRÔNICO,

 

 

 

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes