A maior rede de estudos do Brasil

direito constitucional

(Questão 37 - Exame 27 - OAB-RJ) - Examine os itens a seguir e aponte a alternativa CORRETA:

I) As leis complementares são de iniciativa exclusiva do Senado Federal;

II) A discussão e votação dos projetos de lei de iniciativa do Presidente da República terão início na Câmara dos Deputados;

III) O processo legislativo federal e estadual está sujeito ao sistema bicameral, ao contrário do processo legislativo municipal, que é unicameral;

IV) A sanção é ato exclusivo do Presidente, ao contrário da promulgação, que pode ser realizada por outras autoridades.

V) O Presidente poderá solicitar urgência para apreciação de projetos de relevante interesse público e segurança nacional.


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

DLRV Advogados Verified user icon

Há mais de um mês

I) As leis complementares são de iniciativa exclusiva do Senado Federal; (ERRADA)

 A iniciativa das leis complementares e ordinárias cabe a qualquer membro da Câmara dos Deputados ou do Senado Federal. 

II) A discussão e votação dos projetos de lei de iniciativa do Presidente da República terão início na Câmara dos Deputados; (CERTA)

Art. 64. A discussão e votação dos projetos de lei de iniciativa do Presidente da República, do Supremo Tribunal Federal e dos Tribunais Superiores terão início na Câmara dos Deputados.

III) O processo legislativo federal e estadual está sujeito ao sistema bicameral, ao contrário do processo legislativo municipal, que é unicameral; (ERRADA) 

O poder legislativo estadual é unicameral, ou seja, exercido por apenas uma casa, a Assembleia Legislativa, composta por representantes do povo, os Deputados Estaduais.

IV) A sanção é ato exclusivo do Presidente, ao contrário da promulgação, que pode ser realizada por outras autoridades. (CERTA)

Sanção é ato exclusivo do Presidente da República ("art. 66. A Casa na qual tenha sido concluída a votação enviará o projeto de lei ao Presidente da República, que, aquiescendo, o sancionará."). No mais, a promulgação pode se dar pelas Mesas do Congresso ou do Senado, como no caso da promulgação das Emendas (art. 60, § 3º da CRFB: "A emenda à Constituição será promulgada pelas Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, com o respectivo número de ordem.")

V) O Presidente poderá solicitar urgência para apreciação de projetos de relevante interesse público e segurança nacional. (ERRADA) 

O Presidente pode solicitar urgência para apreciação de sues projetos, independentemente se diposr de segurança nacional ou for de relvante interesse público. (art. 64, §1º: O Presidente da República poderá solicitar urgência para apreciação de projetos de sua iniciativa.

I) As leis complementares são de iniciativa exclusiva do Senado Federal; (ERRADA)

 A iniciativa das leis complementares e ordinárias cabe a qualquer membro da Câmara dos Deputados ou do Senado Federal. 

II) A discussão e votação dos projetos de lei de iniciativa do Presidente da República terão início na Câmara dos Deputados; (CERTA)

Art. 64. A discussão e votação dos projetos de lei de iniciativa do Presidente da República, do Supremo Tribunal Federal e dos Tribunais Superiores terão início na Câmara dos Deputados.

III) O processo legislativo federal e estadual está sujeito ao sistema bicameral, ao contrário do processo legislativo municipal, que é unicameral; (ERRADA) 

O poder legislativo estadual é unicameral, ou seja, exercido por apenas uma casa, a Assembleia Legislativa, composta por representantes do povo, os Deputados Estaduais.

IV) A sanção é ato exclusivo do Presidente, ao contrário da promulgação, que pode ser realizada por outras autoridades. (CERTA)

Sanção é ato exclusivo do Presidente da República ("art. 66. A Casa na qual tenha sido concluída a votação enviará o projeto de lei ao Presidente da República, que, aquiescendo, o sancionará."). No mais, a promulgação pode se dar pelas Mesas do Congresso ou do Senado, como no caso da promulgação das Emendas (art. 60, § 3º da CRFB: "A emenda à Constituição será promulgada pelas Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, com o respectivo número de ordem.")

V) O Presidente poderá solicitar urgência para apreciação de projetos de relevante interesse público e segurança nacional. (ERRADA) 

O Presidente pode solicitar urgência para apreciação de sues projetos, independentemente se diposr de segurança nacional ou for de relvante interesse público. (art. 64, §1º: O Presidente da República poderá solicitar urgência para apreciação de projetos de sua iniciativa.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas