A maior rede de estudos do Brasil

O que são os microfilamentos?

Biologia Celular

UNIVERSO


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Uma das estruturas mais importantes das células eucariontes é o citoesqueleto que, entre outras funções, contribui para a conformação mecânica da célula.

O citoesqueleto é constituído por três tipos de fibras classificadas em microtúbulos, filamentos intermediários e microfilamentos. Mais especificamente, os microfilamentos são formados por filamentos de actina que, além da contribuição mecânica, atuam na contração celular, na citocinese durante a divisão celular, na endocitose e exocitose de substâncias, entre outras funções.

Portanto, microfilamentos são filamentos de actina constituintes do citoesqueleto que auxiliam na conformação mecânica, na contração celular, na citocinese, na endocitose e exocitose, entre outras funções.

Uma das estruturas mais importantes das células eucariontes é o citoesqueleto que, entre outras funções, contribui para a conformação mecânica da célula.

O citoesqueleto é constituído por três tipos de fibras classificadas em microtúbulos, filamentos intermediários e microfilamentos. Mais especificamente, os microfilamentos são formados por filamentos de actina que, além da contribuição mecânica, atuam na contração celular, na citocinese durante a divisão celular, na endocitose e exocitose de substâncias, entre outras funções.

Portanto, microfilamentos são filamentos de actina constituintes do citoesqueleto que auxiliam na conformação mecânica, na contração celular, na citocinese, na endocitose e exocitose, entre outras funções.

User badge image

Amanda Santos

Há mais de um mês

Entre as fibras protéicas componentes desse “citoesqueleto” podem ser citados os microfilamentos de actina, os microtúbulos e os filamentos intermediários.

 

 

Os microfilamentos são os mais abundantes, constituídos da proteína contráctil actina e encontrados em todas as células eucarióticas. São extremamente finos e flexíveis, chegando a ter 3 a 6 nm (nanômetros) de diâmetro, cruzando a célula em diferentes direções , embora concentram-se em maior número na periferia, logo abaixo da membrana plasmática. Muitos movimentos executados por células animais e vegetais são possíveis graças aos microfilamentos de actina.

Fonte: http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Citologia/cito24.php

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas