A maior rede de estudos do Brasil

MECANICAAA...AJUDA???

Dois blcos estao inicialmente em repouso e possuem massas m1=1 kg e m2= 0.5kg.O projetil de massa mp = 0.005 kg viaja com vp^i=300m/s, perfura o bloco(1) e emerge com velocidade de 100m/s.

a) Qual a velocidade de bloco (1) logo apos ele ser atravessado pelo projetil?

b) Se apos o choque entre os blocos(1) e (2), esse ultimo comeca a se mover com velocidade de 1.2m/s, qual e a velocidade do bloco (1)?

c) Em qual das duas colisoes ocorreu maior variacao de energia mecanica?

Obs: Ha uma figura q n foi possivel colocar aqui. Mas nela ha os dois blocos m1 e m2 sobre uma superficie distantes um do outro e o projetil perfurando o bloco m1 com uma velocidade v.

Por fvor podem fzr a res detalhada??

Obrigada:)


1 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

a)

Utilizaremos a fórmula:

mp . vpi = mp . vpf + m1 . v1

Substituindo os valores:

5x10^-3 . 300 = 5x10^-1 . 100 + 1. v

1,5 - 0,5 = v

v= 1m/s.

b)

Agora utilizaremos:

m1v = m2v2 + m1v1f

Substituiremos:

1 = 0,5 . 1,2 + 1. v1f

v1f = 1 - 0,6

v1f = 1,2m/s

Temos 2 casos:

1°: Δ.Em = (1/2) . 5x10^-3 . 300² - [(1/2).5 x 10^-3 . 100² + (1/2) . 1 . 1²] = 199,5 J

2°  Δ.Em = (1/2) . 1 . 1² - [(1/2) . 0,5 . 1,2² - (1/2) . 1 . 0,6²] = -0,04 J

 

a)

Utilizaremos a fórmula:

mp . vpi = mp . vpf + m1 . v1

Substituindo os valores:

5x10^-3 . 300 = 5x10^-1 . 100 + 1. v

1,5 - 0,5 = v

v= 1m/s.

b)

Agora utilizaremos:

m1v = m2v2 + m1v1f

Substituiremos:

1 = 0,5 . 1,2 + 1. v1f

v1f = 1 - 0,6

v1f = 1,2m/s

Temos 2 casos:

1°: Δ.Em = (1/2) . 5x10^-3 . 300² - [(1/2).5 x 10^-3 . 100² + (1/2) . 1 . 1²] = 199,5 J

2°  Δ.Em = (1/2) . 1 . 1² - [(1/2) . 0,5 . 1,2² - (1/2) . 1 . 0,6²] = -0,04 J

 

User badge image

Marcio Avelino

Há mais de um mês

1. Calcule a velocidade logo após a colisão entre o projétil e o bloco 1:

mp.vpi = mp.vpf + m1.v1 => 0,005*300 = 0,500*100 + 1.v1 => 1,5 - 0,5 = v1 =>

v1 = 1m/s. (a)

m1v1 = m2v2 + m1v1f => 1,0.1 = 0,5.1,2 + 1v1f => v1f = 1 - 0,6 => v1f = 1,2m/s (b)

 

(c) No 1º caso, a ΔEm = (1/2).0,005.300² - [(1/2).0,005.100² + (1/2).1.1²] = 199,5 J

No 2º caso, ΔEm = (1/2).1.1² - [(1/2).0,5.1,2² - (1/2).1.0,6²] = -0,04 J

Portanto, a variação da Em foi maior na primeira colisão.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas